Mutirão solidário auxilia família desalojada em São Pedro da Aldeia

A Defesa Civil de São Pedro da Aldeia promoveu, nesta sexta-feira (20), um mutirão solidário em prol de uma família moradora do bairro Balneário das Conchas, cuja residência foi atingida em sua totalidade pelo desabamento de uma parede de obra vizinha. O restante da estrutura que, por estar instável, ainda apresentava risco de desabar, foi demolida. Foi feita, ainda, a limpeza e retirada dos escombros dentro da residência, em parceria com a Secretaria Municipal de Serviços Públicos.

Foto: Divulgação | Defesa Civil

A rede de solidariedade, composta por voluntários da Defesa Civil e o comércio local, arrecadou 16 caibros de 4m, parafusos e 12 telhas para reconstrução do telhado. Também foram arrecadadas roupas de cama, panelas, fogão e roupa infantil. Após a colocação do telhado, a Defesa Civil aldeense irá entregar seis colchões de solteiro e kit enxoval, com travesseiro, lençol e fronha.

Foto: Divulgação | Defesa Civil

O coordenador geral da Defesa Civil, Marcus Dothavio, falou sobre a iniciativa. “O prefeito Cláudio Chumbinho solicitou que a Defesa Civil desse prioridade no atendimento a essa família e nós nos mobilizamos para poder atendê-los o mais rápido possível. Nós nos sensibilizamos com a situação e, através do nosso plano de contingência, acionamos esse apoio da iniciativa privada e do nosso grupo de voluntários; a solidariedade foi imediata. Agradeço o apoio das empresas que ajudaram e dos voluntários que se mobilizaram rapidamente para conseguir as doações”, salientou.

Foto: Divulgação | Defesa Civil

Na última segunda-feira (16), a Defesa Civil atendeu uma ocorrência registrada na Rua Leila Diniz, no bairro Balneário das Conchas. Acionados pelo Corpo de Bombeiros, os agentes aldeenses constataram o desabamento de uma parede de obra em construção no segundo pavimento, que tombou sobre a residência vizinha, que foi atingida em sua totalidade. Foram registradas quatro vítimas, com ferimentos leves. Após vistoria técnica e desligamento da energia, o local foi interditado por não oferecer condições de moradia. 

Foto: Divulgação | Defesa Civil

Comentários estão desabilitados

Fechar Acessibilidade