Brasão da Prefeitura Municipal de São Pedro da Aldeia com fita azul dedicado ao mês de Novembro em razão da campanha Novembro Azul.

Trabalho e desenvolvimento

Banner: Processo Seletivo Simplificado da Secretaria de Saúd

3ª edição do Prêmio Dandara Guerreira é sucesso em São Pedro da Aldeia

Por Marianne Rodrigues em 31/07/2017
Imagem da Notícia: A Prefeitura de São Pedro da Aldeia, por meio da Secretaria de Educação, e a Associação de Mulheres Afro-descendentes Nair de Souza (Amans) promoveram a terceira edição do Prêmio Dandara Guerreira. O evento aconteceu no Teatro Municipal Dr. Átila Costa e foi organizado pela Diretoria de Igualdade Racial, Políticas Públicas e Promoção de Igualdade Racial (DIPPPIR). O prêmio homenageou 14 personalidades femininas negras do município e da região, que contribuíram para a manutenção, valorização e difusão das tradições e da cultura afro-brasileira. Estiveram presentes na premiação o secretário de Educação, Walzi Sampaio e a secretária adjunta de Cultura, Edlúcia Marques.

A Prefeitura de São Pedro da Aldeia, por meio da Secretaria de Educação, e a Associação de Mulheres Afro-descendentes Nair de Souza (Amans) promoveram a terceira edição do Prêmio Dandara Guerreira. O evento aconteceu no Teatro Municipal Dr. Átila Costa e foi organizado pela Diretoria de Igualdade Racial, Políticas Públicas e Promoção de Igualdade Racial (DIPPPIR). O prêmio homenageou 14 personalidades femininas negras do município e da região, que contribuíram para a manutenção, valorização e difusão das tradições e da cultura afro-brasileira. Estiveram presentes na premiação o secretário de Educação, Walzi Sampaio e a secretária adjunta de Cultura, Edlúcia Marques.

 


O secretário de Educação, professor Walzi Sampaio, acompanhado de sua esposa, parabenizou as mulheres homenageadas. “É muito apropriado homenagear as nossas mulheres de agora, as nossas guerreiras atuais, que interagem com culturas diferentes, cuidam da guerra, da luta que nunca acabou, cuidam da casa, do que é simples com grande solenidade e do que é solene com muita simplicidade. Assim, eu parabenizo as mulheres homenageadas e afirmo o meu orgulho de participar da premiação. Desejo a todos, sobretudo a elas, uma vida muito feliz e um futuro muito pleno”, afirmou.


 

O evento teve início com a execução dos Hinos Nacional e Municipal. Em seguida, alunos da Escola de Artes Municipal apresentaram um espetáculo de dança livre no palco do Teatro. Na ocasião, houve ainda uma explanação sobre a criação do prêmio Dandara Guerreira, uma homenagem ao Dia Internacional da Mulher Negra Latino Americana e Caribenha, celebrado em dia 25 de julho.


 

As homenageadas foram escolhidas pela participação ativa em suas comunidades, levando em conta a experiência e a história de resistência de cada uma. Todas receberam certificados simbólicos. Foram homenageadas nesta terceira edição do Prêmio Dandara Guerreira: Maria dos Santos Dutra, Maria Ignácio de Seixas, Judith Francisco de Figueiredo, Rafaela Fernandes de Oliveira, Paula Conceição Pereira, a vereadora Cláudia Gregório, Josimaria Moraes da Silva, Eli Francisca, Flávia de Jesus, Deise Mara Chaffin, Sandra do Rio das Ostras, Rosalia de Oliveira, Alda Teixeira dos Santos e Neide Lopes Ferreira. 



Segundo a homenageada José Maria da Silva, o prêmio representou o reconhecimento de um trabalho construído durante muitos anos. “Hoje estou como superintendente da Igualdade Racial e Direito a Mulher, agradeço a Prefeitura de São Pedro da Aldeia pela oportunidade e por estar realizando esse lindo evento. Muito obrigada pela homenagem”, comentou.  



Carregado de emoção, o evento contou ainda com a apresentação de poesia encenada da Juventude Amans. A cantora Rapha Fellove, quilombola do bairro Botafogo e uma das homenageadas, encerrou a premiação. Ao final da programação, um coquetel foi oferecido aos convidados.