400 anos de são pedro da aldeia

É Tempo de Viver Bem

Adolescentes da Casa de Acolhimento Municipal participam do Projeto Botinho

Por Gabrielly Costa em 29/01/2016
Imagem da Notícia: As cinco adolescentes acolhidas na Casa de Acolhimento Institucional de São Pedro da Aldeia participaram durante o mês de janeiro do Projeto Botinho, que estimula a prática de esportes, convivência, preservação do meio ambiente e primeiros socorros. A participação das jovens no projeto foi possível graças a parceria entre a Prefeitura aldeense, por meio da Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos, e o Corpo de Bombeiros. Localizado no bairro Balneário das Conchas, o Abrigo Institucional é destinado ao acolhimento temporário de jovens, entre 12 e 18 anos incompletos, sob medida de proteção e em situação de vulnerabilidade, vítimas de negligência, abandono, maus tratos, violência física ou abuso sexual, entre outros riscos. Visando favorecer o convívio familiar e comunitário por meio de atividades recreativas e socioeducativas, as adolescentes também irão ao cinema com as cuidadoras da unidade.


As cinco adolescentes acolhidas na Casa de Acolhimento Institucional de São Pedro da Aldeia participaram durante o mês de janeiro do Projeto Botinho, que estimula a prática de esportes, convivência, preservação do meio ambiente e primeiros socorros. A participação das jovens no projeto foi possível graças a parceria entre a Prefeitura aldeense, por meio da Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos, e o Corpo de Bombeiros. Localizado no bairro Balneário das Conchas, o Abrigo Institucional é destinado ao acolhimento temporário de jovens, entre 12 e 18 anos incompletos, sob medida de proteção e em situação de vulnerabilidade, vítimas de negligência, abandono, maus tratos, violência física ou abuso sexual, entre outros riscos. Visando favorecer o convívio familiar e comunitário por meio de atividades recreativas e socioeducativas, as adolescentes também irão ao cinema com as cuidadoras da unidade.

 

De acordo com a assessora técnica da Casa de Acolhimento, Fabiana Gomes, o objetivo da pasta é garantir uma existência digna e o desenvolvimento pleno das adolescentes acolhidas em conformidade com o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA). “No período de férias, promovemos várias ações educativas e culturais. Dentre elas, destacamos a participação no Projeto Botinho, em parceria com o Corpo de Bombeiros Militar de São Pedro da Aldeia, a ida ao cinema e a participação nos serviços de convivência e fortalecimento de vínculos do CRAS do Balneário, por meio da oficina de música. Há um cuidado para que as adolescentes possam brincar e praticar esportes, tendo em vista que esporte e o lazer contribuem para o desenvolvimento de suas potencialidades e ampliação de relacionamentos sociais, executando, assim, o direito ao convívio familiar e comunitário”, afirmou Fabiana.

 

O Projeto Botinho é realizado durante as férias escolares e proporciona aos participantes ensinamentos básicos e necessários ao salvamento no mar. O projeto vem sendo realizado em São Pedro da Aldeia desde 2003. As atividades da edição 2016 foram encerradas no dia 29 de janeiro com a formatura realizada no município de Iguaba Grande.

 

CASA DE ACOLHIMENTO INSTITUCIONAL  O equipamento da Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos é um serviço de Proteção Social Especial de Alta Complexidade, que oferece atendimento a indivíduos que se encontram em situação de abandono, ameaça ou violação de direitos, necessitando de acolhimento provisório fora de seu núcleo familiar de origem. A Casa de Acolhimento tem toda a estrutura necessária para garantir aos adolescentes o cuidado até que seja possível o retorno à família de origem ou colocação em família substituta. Toda a equipe técnica da unidade passou por capacitação para o trabalho.