400 anos de são pedro da aldeia

É Tempo de Viver Bem

Alunos das creches aldeenses passam por avaliação antropométrica

Por Marianne Rodrigues em 11/08/2017
Imagem da Notícia: A Prefeitura de São Pedro da Aldeia, por meio da Secretaria Municipal de Educação, está realizando a avaliação antropométrica das crianças de todas as creches municipais da cidade. A avaliação é feita três vezes ao ano pela nutricionista da SEMED, Sheila Cunha, com os instrumentos adequados à técnica. As Creches Municipais Tia Fátima, no bairro Campo Redondo, Tia Márcia, no Poço Fundo e a Escola Municipal Barnabé Mariano de Souza, na Cruz, já se beneficiaram da ação. Nesta sexta-feira (11), as crianças da Creche Municipal Dona Chica, no bairro Morro do Milagre, foram avaliadas. A próxima etapa de pesagem será no mês de outubro.

A Prefeitura de São Pedro da Aldeia, por meio da Secretaria Municipal de Educação, está realizando a avaliação antropométrica das crianças de todas as creches municipais da cidade. A avaliação é feita três vezes ao ano pela nutricionista da SEMED, Sheila Cunha, com os instrumentos adequados à técnica. As Creches Municipais Tia Fátima, no bairro Campo Redondo, Tia Márcia, no Poço Fundo e a Escola Municipal Barnabé Mariano de Souza, na Cruz, já se beneficiaram da ação. Nesta sexta-feira (11), as crianças da Creche Municipal Dona Chica, no bairro Morro do Milagre, foram avaliadas A próxima etapa de pesagem será no mês de outubro.



O objetivo principal do serviço é saber se o aluno está com o peso correto. Realizada em cada creche integral do município, a avaliação é feita em todas as crianças entre seis meses e três anos e 11 meses, que são medidas e pesadas três vezes ao ano. A pesagem é feita antes do desjejum e os resultados de peso e medida da criança são avaliados com base em uma tabela de referência padrão.



De acordo com Sheila Cunha, a ação tem como objetivo avaliar se a criança está dentro de um padrão biométrico esperado, dada sua altura e peso. “Quando é detectado algum desvio, ou para mais ou para menos, entro com a intervenção. Peço agendamento com os responsáveis, mando uma orientação para cozinha da creche ou coloco na agenda da criança uma orientação aos pais para indicá-los o tipo de alimentação que se deve fazer em casa”, explicou a nutricionista.