Brasão da Prefeitura Municipal de São Pedro da Aldeia com fita azul dedicado ao mês de Novembro em razão da campanha Novembro Azul.

Trabalho e desenvolvimento

Banner: Processo Seletivo Simplificado da Secretaria de Saúd

Assistência Social inicia ciclo de palestras sobre o Dia Mundial de Combate ao Trabalho

Por Renata Souza em 18/06/2018
Imagem da Notícia: A Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos aldeense inicia nesta terça-feira (19) o ciclo de palestras para marcar o Dia Mundial de Combate ao Trabalho Infantil, celebrado no último dia 12 de junho. A primeira palestra será na sede do CRAS do bairro São João às 13h30. Já no dia 20 às 9h, é a vez do CRAS da Rua do Fogo, a palestra será na Escola Municipal Antônio Vaz da Silva. No mesmo dia, às 13h30, o CRAS Alecrim, leva à questão para ser discutida na Escola Municipal Vidal de Negreiros.

 

A Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos aldeense inicia nesta terça-feira (19) o ciclo de palestras para marcar o Dia Mundial de Combate ao Trabalho Infantil, celebrado no último dia 12 de junho. A primeira palestra será na sede do CRAS do bairro São João às 13h30. Já no dia 20 às 9h, é a vez do CRAS da Rua do Fogo, a palestra será na Escola Municipal Antônio Vaz da Silva. No mesmo dia, às 13h30, o CRAS Alecrim, leva à questão para ser discutida na Escola Municipal Vidal de Negreiros.

 

 

As palestras serão coordenadas pelos Centros de Referência de Assistência Social (CRAS) e realizadas nas sedes dos mesmos e nas escolas do município. No dia 25 o CRAS do Morro do Milagre realiza a palestra, às 13h, na Escola Municipal Rubem Arruda Câmara e no dia 28, às 10h, o Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS) coordena a palestra na sede da Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos.

 

De acordo com dados divulgados pelos órgãos competentes, no Brasil, há 3,3 milhões de crianças e adolescentes, de 5 a 17 anos, em situação de trabalho infantil. Desse universo, 2,8 milhões estão trabalhando na informalidade nas cidades e nos campos. As denúncias sobre este tipo de trabalho podem ser feitas pelos seguintes canais: Disque 100, Conselho Tutelar, Superintendência Regional do Trabalho, Ministério Público do Trabalho, além dos CRAS e CREAS do município.