Brasão da Prefeitura Municipal de São Pedro da Aldeia com fita azul dedicado ao mês de Novembro em razão da campanha Novembro Azul.

Trabalho e desenvolvimento

Assistência Social promove reuniões com vigilantes municipais

Por Gabrielly Costa em 18/02/2016
Imagem da Notícia: A Prefeitura de São Pedro da Aldeia, por meio da Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos, está realizando reuniões com os vigilantes da Secretaria de Ordem Pública para orientações acerca da Casa de Acolhimento Municipal. Os fóruns, que acontecem no auditório da Guarda Municipal, começaram na terça-feira (16) e terminam nesta sexta-feira (19). Na pauta, histórico, funcionamento e rotina da Casa de Acolhimento, atribuições dos vigilantes no local e outros. Cerca de 60 profissionais participam da ação. Acompanhando as atividades desta quinta-feira (18) estavam Olívia Sá, subsecretária das pastas, Jane Ferreira, diretora do Sistema Único de Assistência Social, Simone Silva, assessora técnica da Casa de Acolhimento, e Shirley Simões, secretária executiva do Conselho Municipal da Criança e do Adolescente (CMDCA).

A Prefeitura de São Pedro da Aldeia, por meio da Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos, está realizando reuniões com os vigilantes da Secretaria de Ordem Pública para orientações acerca da Casa de Acolhimento Municipal. Os fóruns, que acontecem no auditório da Guarda Municipal, começaram na terça-feira (16) e terminam nesta sexta-feira (19). Na pauta, histórico, funcionamento e rotina da Casa de Acolhimento, atribuições dos vigilantes no local e outros. Cerca de 60 profissionais participam da ação. Acompanhando as atividades desta quinta-feira (18) estavam Olívia Sá, subsecretária das pastas, Jane Ferreira, diretora do Sistema Único de Assistência Social, Simone Silva, assessora técnica da Casa de Acolhimento, e Shirley Simões, secretária executiva do Conselho Municipal da Criança e do Adolescente (CMDCA). 



A subsecretária de Assistência Social e Direitos Humanos, Olívia Sá, agradeceu a presença dos participantes e destacou a importância do trabalho intersetorial. De acordo com a subsecretária, o trabalho na Casa de Acolhimento Municipal é uma ação compartilhada com a Educação, Saúde e Segurança. “Estamos fazendo reuniões com esses grupos para somar esforços e construir uma execução de trabalho mais efetiva. Nosso objetivo é trabalhar essas equipes de atuação em sintonia com a filosofia de atendimento da política de Assistência Social e de acordo com aquilo que a Legislação preconiza acerca da criança e do adolescente”, afirmou.



A secretária executiva do CMDCA, Shirley Simões, falou sobre a importância desses encontros. “A Casa de Acolhimento é administrada pelo município, mas é de toda a comunidade e utilizará dela aqueles que necessitarem. É muito importante que cada profissional que trabalha ali saiba o seu papel. O CMDCA e a Coordenação da Infância e Adolescência vão apoiar tudo o que for ligado à política para desenvolvimento da criança e do adolescente”, disse.



CASA DE ACOLHIMENTO INSTITUCIONAL  Localizado no bairro Balneário das Conchas, o equipamento da Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos é um serviço de Proteção Social Especial de Alta Complexidade. Destinado ao acolhimento temporário de jovens entre 12 e 18 anos incompletos sob medida de proteção e em situação de vulnerabilidade, vítimas de negligência, abandono, maus tratos, violência física ou abuso sexual, entre outros riscos, o equipamento visa favorecer o convívio familiar e comunitário por meio de atividades recreativas e socioeducativas. A Casa de Acolhimento tem toda a estrutura necessária para garantir aos adolescentes o cuidado até que seja possível o retorno à família de origem ou colocação em família substituta. Toda a equipe técnica da unidade passou por capacitação para o trabalho.