400 anos de são pedro da aldeia

É Tempo de Viver Bem

Cai em mais de 50% o número de mortes no Pronto-Socorro de São Pedro da Aldeia

Por Raíra Morena em 10/07/2013
Imagem da Notícia: Nos últimos meses, o Pronto-Socorro de São Pedro da Aldeia apresentou significativa queda do número de mortes. De acordo com informações da Secretaria de Saúde, em maio, o número de óbitos registrados era de 32. Já em junho, a unidade registrou 12 mortes, uma redução de mais de 50%. Segundo a Secretária de Saúde, Vanessa Vidal, a redução do número de mortes se deve ao grande investimento do Prefeito Cláudio Chumbinho, que determinou uma série de intervenções e contratação de novos profissionais para atender a demanda de pacientes na unidade.

Nos últimos meses, o Pronto-Socorro de São Pedro da Aldeia apresentou significativa queda do número de mortes. De acordo com informações da Secretaria de Saúde, em maio, o número de óbitos registrados era de 32. Já em junho, a unidade registrou 12 mortes, uma redução de mais de 50%.  Segundo a Secretária de Saúde, Vanessa Vidal, a redução do número de mortes se deve ao grande investimento do Prefeito Cláudio Chumbinho, que determinou uma série de intervenções e contratação de novos profissionais para atender a demanda de pacientes na unidade.


 “Uma das marcas da gestão do Prefeito Cláudio Chumbinho tem sido o investimento na melhoria da qualidade do atendimento em Saúde. Podemos atribuir essa queda do número de óbitos à contratação de novos profissionais e médicos especialistas, como cirurgiões gerais, neurocirurgiões, ortopedista, entre outros, e à mudança das equipes de enfermagem da unidade, melhorando o acolhimento e a assistência aos nossos pacientes. Nossa intenção é consolidar esse novo perfil de gestão em Saúde em São Pedro da Aldeia, centrado na humanização e na qualidade do atendimento”, disse.


Além da redução de óbitos, o número de transferências de pacientes cirúrgicos para tratamento em outros municípios também sofreu queda, o que, segundo Vanessa, é um fator positivo. “É um excelente indicador, pois revela que a resolutividade de casos atendidos na própria cidade aumentou”, ressaltou. Em média, o Pronto-Socorro realiza cerca de 300 atendimentos por dia. Na unidade trabalham diariamente três médicos plantonistas. Ao todo, 13 técnicos de enfermagem atuam de segunda a segunda, com o apoio de duas enfermeiras plantonistas, um enfermeiro coordenador e uma enfermeira diarista. No último mês, uma assistente social também foi incorporada à equipe. A prioridade de atendimento é segundo a classificação de risco.

Tópicos: Pronto-Socorro