400 anos de são pedro da aldeia

É Tempo de Viver Bem

Campanha de vacinação contra a gripe continua até o dia 22 de maio

Por Raíra Morena em 06/05/2015
Imagem da Notícia: Continua, até o dia 22 de maio, a campanha de vacinação contra a gripe em São Pedro da Aldeia. Realizada pela Prefeitura aldeense, por meio da Secretaria de Saúde, a mobilização tem como público-alvo crianças de seis meses a menores de cinco anos, grávidas, doentes crônicos, idosos a partir de 60 anos, profissionais da saúde e mulheres com até45 dias após o parto. Segundo a Secretaria de Saúde, a meta é imunizar cerca de 3.500 pessoas do grupo prioritário. Para a campanha na cidade, foram disponibilizadas mais de 19 mildoses. A vacinação é oferecidaem todas as unidades de saúde do município, das 8h às 17h, de segunda a sexta-feira. Jána sede do PAISMCA, no Centro, o horário de funcionamento é das 8h às 16h. O Dia “D” da campanha está marcado para este sábado (9) em todo o país.

Continua, até o dia 22 de maio, a campanha de vacinação contra a gripe em São Pedro da Aldeia. Realizada pela Prefeitura aldeense, por meio da Secretaria de Saúde, a mobilização tem como público-alvo crianças de seis meses a menores de cinco anos, grávidas, doentes crônicos, idosos a partir de 60 anos, profissionais da saúde e mulheres com até 45 dias após o parto. Segundo a Secretaria de Saúde, a meta é imunizar cerca de 3.500 pessoas do grupo prioritário. Para a campanha na cidade, foram disponibilizadas mais de 19 mil doses. A vacinação é oferecida em todas as unidades de saúde do município, das 8h às 17h, de segunda a sexta-feira. Já na sede do PAISMCA, no Centro, o horário de funcionamento é das 8h às 16h. O Dia “D” da campanha está marcado para este sábado (9) em todo o país.




Com a filha Luiza prestes a completar um ano de idade, a dona de casa Jenifer Barbosa compareceu, nesta quarta-feira (06),à sede do PAISMCA, um dos postos de vacinação mais procurados do município. “Todo mês eu trago minha filha para atualizar o cartão de vacinação, está sempre em dia. É muito importante que os nossos filhos sejam imunizados e estejam protegidos contra a gripe, principalmente as crianças pequenas que têm mais risco de ter outras complicações mais sérias por causa dessa infecção”, disse a moradora do bairro Mossoró. 


Para o Secretário de Saúde, Ricardo de Carvalho Jorge, a adesão da população pertencente ao grupo vulnerável é muito importante. “A Influenza é uma doença respiratória viral infecciosa e grave, que pode levar ao óbito por pneumonia, especialmente nos grupos de risco. Por isso, é extremamente importante imunizar essa população. Convoco todos que fazem parte do público-alvo para ir aos postos de saúde participar da vacinação”, disse.


Também fazem parte do grupo prioritário presos e funcionários do sistema prisional, além da população indígena. Portadores de doença crônica, tais como cardíaca, diabetes, respiratória, renal, hepática, sanguínea, imunodepressão ou grande obesidade, deverão apresentar receituário médico. A dose, via injeção, protege contra os subtipos do vírus Influenza: H1N1, H3N2 e B. Segundo o Ministério da Saúde, a meta deste ano é imunizar 49 milhões de pessoas. Ano passado, 44,3 milhões receberam a vacina, o equivalente a 86,7% do total previsto pelo ministério.