400 anos de são pedro da aldeia

É Tempo de Viver Bem

Campanha de vacinação contra HPV começa com sucesso em São Pedro da Aldeia

Por Mônica Marins em 13/03/2014
Imagem da Notícia: A campanha de vacinação contra o vírus do papiloma humano (HPV) nas escolas da Rede Municipal de Ensino teve início nesta quinta-feira (13), em São Pedro da Aldeia. Neste primeiro dia foram imunizadas as alunas das Escolas Municipais São Francisco de Assis, Dulce Jotta de Souza, Aurelino Martins dos Santos, Luiza Terra de Andrade e Antônio Vaz da Silva.

A campanha de vacinação contra o vírus do papiloma humano (HPV) nas escolas da Rede Municipal de Ensino teve início nesta quinta-feira (13), em São Pedro da Aldeia. Neste primeiro dia foram imunizadas as alunas das Escolas Municipais São Francisco de Assis, Dulce Jotta de Souza, Aurelino Martins dos Santos, Luiza Terra de Andrade e Antônio Vaz da Silva.

Em todas as unidades escolares cerca de 90% das alunas foram vacinadas, segundo informações da Secretaria de Saúde.  Na escola “Luiza Terra” a mãe da aluna Gabriela, do 6º ano estava presente na hora em que a filha foi vacinada. Andréa Branco afirma que fez questão de que a filha tomasse a vacina porque sabe que assim ela estará livre do câncer do cólo do útero, no futuro.

A secretária Vanessa Vidal e a subsecretária de Diversidade, Inclusão e Educação Integral Ângela Sampaio acompanharam de perto a vacinação na Escola Municipal Luiza Terra de Andrade, no Campo Redondo. Para ela o início da campanha nas escolas superou as expectativas. Ela elogiou a mãe da aluna Gabriela por estar participando da campanha junto com a filha e aproveitou para deixar um recado para os pais: “É muito importante que os pais estejam engajados nessa campanha, porque só poderemos vacinar as meninas com a autorização dos pais”, disse. Vanessa também agradeceu a parceria da secretaria de Educação.

Na primeira etapa de imunização as vacinas serão aplicadas em escolas municipais, até o dia 19 das 8h às 16h. Após a vacinação da rede municipal, serão contempladas as unidades escolares particulares e estaduais.  Meninas de 11 a 13 anos e 11 meses e 29 dias (14 anos incompletos) receberão a vacina.