400 anos de são pedro da aldeia

É Tempo de Viver Bem

CAPS aldeense realiza debate entre usuários, familiares e equipe técnica

Por Renato Silveira em 25/05/2017
Imagem da Notícia: Como parte das comemorações da Semana de Luta Antimanicomial, o Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) de São Pedro da Aldeia, realizou, nesta quarta-feira (24), um rico debate entre usuários, familiares e dois psiquiatras da rede, Caio César e Marcos Coelho. Em uma conversa franca e emocionante, foram tratados temas como abandono da família, importância do tratamento, cura, surtos e outros.

Como parte das comemorações da Semana de Luta Antimanicomial, o Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) de São Pedro da Aldeia, realizou, nesta quarta-feira (24), um rico debate entre usuários, familiares e dois psiquiatras da rede, Caio César e Marcos Coelho. Em uma conversa franca e emocionante, foram tratados temas como abandono da família, importância do tratamento, cura, surtos e outros.




Na ocasião, os usuários ficaram à vontade para falar sobre relacionamentos amorosos nascidos no CAPS, casamentos, brigas, auxílio aos que se encontram em crise, além da importância do apoio familiar.



Ao final da conversa, foi exibido um documentário, com imagens do jornalista Renato Fulgoni e edição da psicóloga Flávia Borges, abordando, por meio de depoimentos impactantes, histórias dos manicômios, hoje extintos, e a importância dos trabalhos executados no CAPS.




Para marcar a despedida do psiquiatra Marcos Coelho, que irá para o Núcleo de Atendimento à Saúde da Família (NASF), os usuários do CAPS, acompanhados de alguns funcionários, homenagearam o médico cantando “Canção da América”, de Milton Nascimento e Fernando Brandt, onde os versos “Amigo é coisa pra se guardar...”, emocionaram os presentes. Em seu lugar, o psiquiatra Caio César assumirá o trabalho na unidade.