400 anos de são pedro da aldeia

É Tempo de Viver Bem

Cinturão de proteção a Lagoa avança e está na Ponta da Areia, em São Pedro da Aldeia

Por Renato Silveira em 08/08/2016
Imagem da Notícia: A Prefeitura de São Pedro da Aldeia, por meio da Secretaria de Ambiente, Lagoa, Pesca e Saneamento, em parceria com a concessionária Prolagos, iniciou nesta semana mais uma etapa do cinturão de proteção a Lagoa de Araruama. O projeto total, orçado em R$ 10 milhões, foi possível graças à utilização do ICMS Verde, aprovado por lei municipal. O município é o único entre os que fazem parte da área de concessão a aprovar tal lei. A obra iniciada na Ponta da Areia terá 711 metros de extensão, com tubos de 150 mm de diâmetro e vai atender a 914 moradores, que devem ligar o esgoto caseiro à nova rede.

A Prefeitura de São Pedro da Aldeia, por meio da Secretaria de Ambiente, Lagoa, Pesca e Saneamento, em parceria com a concessionária Prolagos, iniciou nesta semana mais uma etapa do cinturão de proteção a Lagoa de Araruama. O projeto total, orçado em R$ 10 milhões, foi possível graças à utilização do ICMS Verde, aprovado por lei municipal. O município é o único entre os que fazem parte da área de concessão a aprovar tal lei. A obra iniciada na Ponta da Areia terá 711 metros de extensão, com tubos de 150 mm de diâmetro e vai atender a 914 moradores, que devem ligar o esgoto caseiro à nova rede. 



A parceria entre a Prefeitura e a Prolagos concluiu recentemente mais duas etapas do cinturão, foram beneficiados os bairros São João e Campo Redondo. Os locais receberam uma rede de 14.800 metros, com tubos de 150 e 200mm de diâmetro, atendendo a 2.861 moradores. Na Praia Linda, que recebeu uma rede de 660 metros, com tubos de 150, 200 e 250 mm de diâmetro, 2.300 moradores foram beneficiados. O cinturão já foi concluído também nos bairros Mossoró, Baleia, Baixo Grande e Centro. A próxima etapa deverá contemplar a Ponta do Ambrósio. No total, serão implantados 18 km de rede separadora, captando 690 mil litros de esgoto por dia, beneficiando 19 mil moradores.


“Estamos avançando nessa importante obra, que contribuirá e muito na recuperação da nossa lagoa. Vale lembrar que a Secretaria de Urbanismo e Habitação fornece gratuitamente o projeto para a instalação de filtro e sumidouro”, afirmou o secretário Wilmar Mureb