400 anos de são pedro da aldeia

É Tempo de Viver Bem

Conferência Municipal discute propostas para melhorar a educação no Brasil

Por Mônica Marins em 04/07/2013
Imagem da Notícia: O município de São Pedro da Aldeia reuniu cerca de 350 pessoas na Conferência Municipal da Educação, nessa quarta-feira (03). Trata-se da etapa que precede a Conferência Nacional de Educação (CONAE) 2014. A Conferência Municipal tem o objetivo de traduzir em proposições, com posições políticas e pedagógicas dos diferentes grupos, sem caráter deliberativo. A solenidade foi aberta com a presença de autoridades como secretários municipais, representante da Base Aérea Naval de São Pedro da Aldeia e Conselho Tutelar. O vice-prefeito Iédio Rosa, representou o prefeito Cláudio Chumbinho.

O município de São Pedro da Aldeia reuniu cerca de 350 pessoas na Conferência Municipal da Educação, nessa quarta-feira (03).  Trata-se da etapa que precede a Conferência Nacional de Educação (CONAE) 2014. A Conferência Municipal tem o objetivo de traduzir em proposições, com posições políticas e pedagógicas dos diferentes grupos, sem caráter deliberativo. A solenidade foi aberta com a presença de autoridades como secretários municipais, representante da Base Aérea Naval de São Pedro da Aldeia e Conselho Tutelar.   O vice-prefeito Iédio Rosa, representou o prefeito Cláudio Chumbinho.

Iédio falou da importância do evento e elogiou o trabalho do secretário Evaldo Bittencourt à frente da Secretaria de Educação. Ele disse que a Conferência de Educação proporciona ao cidadão aldeense a oportunidade de dizer que educação ele quer para a sua cidade.

Após a abertura oficial do evento, a subsecretária de Educação Fátima Motta mostrou, através de fotos e estatísticas, como foram realizadas as Conferências Livres e Preparatórias nas escolas. Mais de 1500 pessoas foram mobilizadas para participar das discussões. Todas as escolas municipais foram envolvidas no processo e transformadas em espaços de formação, comunicação e mobilização social.

As palestras de abertura da Conferência foram ministradas pelo secretário Evaldo Bittencourt e pelo representante do Fórum Estadual de Educação, professor André Jorge Marinho.  O professor Evaldo abriu a palestra dizendo que os cidadãos aldeenses podem fazer a diferença na cidade. Ele mostrou dados concretos sobre a realidade do Brasil no que se refere à educação. “O Brasil ficou 70 anos querendo um Plano de educação. Em 2001 foi aprovado o primeiro Plano, que expirou em 2011, mas ainda há uma lacuna. O Brasil ainda tem 14 milhões de analfabetos e mais de meio milhão de crianças ainda está sem matrícula”, informou o secretário. Para Evaldo, o país ainda não sabe o que fazer com os jovens, pois apenas a metade dos que entram na escola, concluem o Ensino Médio. 

O secretário explicou que o objetivo da CONAE é pensar na materialização do novo Plano de Educação e disse que o eixo fundamental é a questão do financiamento para essas ações. Ele ressaltou a importância do diálogo, da participação e da construção coletiva do novo Plano e chamou os participantes para uma reflexão. “Queremos um país melhor. Não queremos nenhuma criança fora da escola. Queremos uma educação com qualidade. Com tantos objetivos comuns vamos tentar chegar a um consenso. Essa dinâmica se chama democracia e é desta forma que chegaremos à esfera maior”, finalizou Evaldo Bittencourt.

O segundo palestrante, professor André Marinho, falou sobre o que o Fórum Estadual de Educação entende nesse processo de organização.  Ele disse que a Conferência é o espaço onde representantes das diversas entidades sociais se unem para pensar uma política educacional de qualidade. Parabenizou a Secretaria de Educação e as escolas de São Pedro da Aldeia pela organização na realização da Conferência, envolvendo diferentes atores da sociedade. André Marinho explicou a importância da discussão dos sete eixos propostos e citou exemplos práticos de escolas do Rio de Janeiro.

Na parte da tarde os conferencistas foram divididos em sete grupos onde fizeram a consolidação dos eixos e o levantamento de interesse para a participação como delegado municipal.  Na plenária final foram feitas as apresentações das proposições por eixo, votação das mesmas e a eleição dos delegados municipais. A subsecretária Fátima Motta informou que as discussões foram extremamente produtivas e responsáveis a ponto da platéia eleger um novo dia para a conclusão dos trabalhos, que ficou agendado para dia 02 de agosto, às 9h, no Teatro Municipal Dr. Átila Costa.