400 anos de são pedro da aldeia

É Tempo de Viver Bem

Conferência Municipal Infantojuvenil reúne estudantes do Horto Escola Artesanal

Por Mônica Marins em 04/10/2013
Imagem da Notícia: Alunos do 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental realizaram nesta sexta-feira (04) a Conferência Municipal Infantojuvenil pelo Meio Ambiente. Durante todo o dia os estudantes tiveram a oportunidade de trocar as experiências vividas na escola e também puderam aprender na prática a confeccionar produtos com material reciclado. Muitas atividades ligadas ao meio ambiente movimentaram o dia dos participantes da conferência em São Pedro da Aldeia. O evento foi coordenado pela diretora de educação Vanessa Castañon. A subsecretária de educação Fátima Motta representou o secretário Edvaldo Bittencourt.


 Alunos do 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental realizaram na última sexta-feira (04) a Conferência Municipal Infantojuvenil pelo Meio Ambiente.  Durante todo o dia os estudantes, da rede municipal aldeense, tiveram a oportunidade de trocar as experiências vividas na escola e também puderam aprender na prática a confeccionar produtos com material reciclado. Muitas atividades ligadas ao meio ambiente movimentaram o dia dos participantes da Conferência em São Pedro da Aldeia. O evento foi coordenado pela diretora  de educação Vanessa Castañon. A subsecretária de educação Fátima Motta representou o secretário Edvaldo Bittencourt.

A primeira apresentação do dia ficou por conta dos alunos da Escola Municipalizada Retiro que compuseram um happ falando sobre a horta da escola. A surpresa ficou por conta da homenagem que fizeram no happ,   à diretora Alzira Mendes de Moraes. Após a identificação de cada escola com fitinhas coloridas, os alunos saíram para as oficinas. Os alunos da Escola Municipalizada Capitão Costa aprenderam a fazer um enfeite: uma borboleta de garrafa pet. A professora Janaína Rezende explicou que o objetivo é trabalhar o conceito de sustentabilidade utilizando material reciclado. A E. M. Professora Maria da Glória dos Santos Motta trabalhou o mesmo conceito. Os alunos aprenderam a fazer uma maçã de garrafa pet, que serve para enfeitar um móvel ou como utensílio para guardar alimento na geladeira. A artesã Ana Barbosa foi a responsável pela oficina.

Os alunos do Núcleo de Educação Especial Pedro Paulo de Andrade (NESP) ministraram a oficina que trabalhou a reutilização da água da chuva de forma simples, através da confecção do filtro utilizando garrafa pet, papel e pedras.  A E.M. Maria da Glória dos Santos Motta apresentou o projeto feito na escola: a horta sustentável utilizando pouco espaço. O professor Luiz Claudio dos Anjos explicou quais são as fases de crescimento da planta e a importância de diminuir o lixo no meio ambiente com o reaproveitamento da garrafa pet para a horta suspensa.

Outro material que pode ser reaproveitado é a caixa de suco. A oficina da professora Eliana ensinou a fazer um porta-lápis a partir do aproveitamento da caixa de suco e da utilização do papel e do giz de cera.

A E. Mz. Retiro levou para a exposição bolos de casca de abóbora e de banana, além de suco de abacaxi com hortelã. Com o tema “Plantando e reaproveitando os alimentos”, os alunos, coordenados pela professora de ciências Eliza Branco mostraram que é possível aproveitar totalmente os alimentos, inclusive as casas, para uma alimentação saudável.

Um passeio pela trilha ecológica do Horto Escola Artesanal também fez parte da programação. Alunos da E.M. Luiza Terra de Andrade conheceram plantas aquáticas que retém a impureza do lago, aprenderam a identificar as espécieis da vegetação e observaram a reprodução das borboletas. O objetivo é incentivar o contato com a natureza, a fim de que eles aprendam a preservá-la.

No final do evento a Cia do Saber apresentou a peça teatral “Encantamento da floresta”, mostrando a necessidade de preservar a natureza.

Na parte da tarde os alunos da E. M. de Educação Integral Mirian alves Macedo, a E.Mz Lucinda Franciscone de Medeiros e E.M.  Francsico Paes de Carvalho Filho assistiram a apresentação do saxofonista Edson Gomes, que tocaram clássicos para ambientar a conferência.

Durante todo o dia 150 alunos de 13 escolas da Rede Municipal participaram do evento.

A diretora Vanessa Castañon disse que todos os trabalhos foram publicados no site da organização da conferência. Eles concorrem com outros municípios e poderão ser escolhidos para serem apresentados e debatidos na Conferência Estadual, que acontecerá ainda este ano.  Nove delegados e nove suplentes São Pedro da Aldeia foram eleitos para a Conferência Estadual.