400 anos de são pedro da aldeia

É Tempo de Viver Bem

Conselheiros tutelares são eleitos em São Pedro da Aldeia

Por Keyla Marques em 05/10/2015
Imagem da Notícia: A Prefeitura de São Pedro da Aldeia, por meio da Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos, realizou neste domingo (4) a eleição para os cargos de Conselheiro Tutelar do município. Os cinco candidatos eleitos para membros titulares e os cinco suplentes atuarão no período entre 2016 e 2019. Os votos foram contabilizados pela comissão organizadora eleitoral. Esta foi a primeira eleição unificada para o Conselheiro Tutelar, realizada na mesma data em todo o Brasil. O resultado oficial das eleições para o Conselho Tutelar pode ser acessado por meio do site da Prefeitura.

A Prefeitura de São Pedro da Aldeia, por meio da Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos, realizou neste domingo (4) a eleição para os cargos de Conselheiro Tutelar do município. Os cinco candidatos eleitos para membros titulares e os demais, que serão suplentes, atuarão no período entre 2016 e 2019. Os votos foram contabilizados pela comissão organizadora eleitoral. Esta foi a primeira eleição unificada para o Conselheiro Tutelar, realizada na mesma data em todo o Brasil. O resultado oficial das eleições para o Conselho Tutelar pode ser acessado por meio do site da Prefeitura.

“Depois de muito trabalho, ontem realizamos a última etapa da eleição com sucesso. Agradecemos a todas as equipes envolvidas pelo empenho. Parabéns também a população da cidade de São Pedro que participou e compareceu para votar”, disse Shirley Guimarães, presidente da comissão organizadora eleitoral.

Em parceria com a Secretaria de Educação, a Prefeitura disponibilizou 13 locais de votação em escolas localizadas nos bairros Balneário, Boqueirão, Campo Redondo, Centro, Cruz, Morro do Milagre, Ponta do Ambrósio, Porto da Aldeia, Porto do Carro, Praia Linda, Rua do Fogo, São João e São Mateus, além da sede da Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos, onde também ocorreu a apuração dos votos.

Acompanharam a contagem das cédulas e o resultado final da votação representantes da comissão organizadora eleitoral, candidatos, a promotora de Justiça da Infância e Juventude do município, Luciana Pereira, o presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA), Valter Cordeiro, e membros das secretarias de Educação e Assistência Social.

“A população participou muito. Foi um sucesso. A comissão organizadora está de parabéns pelo trabalho. Finalizamos a apuração por volta de meia noite e foram desconsideradas apenas cédulas ilegíveis e que não estavam preenchidas de forma correta”, disse Valter Cordeiro presidente do CMDCA.

Cada conselheiro terá carga horária de 30h semanais, direitos previstos por lei e remuneração de R$1.100,00. Na cidade aldeense, se candidataram 29 pessoas, quatro faltaram à prova e outras foram desclassificadas por não apresentar documentação necessária e/ou regulamentada, ficando aptos a concorrer 16 candidatos de forma legalizada.