Brasão da Prefeitura Municipal de São Pedro da Aldeia com fita azul dedicado ao mês de Novembro em razão da campanha Novembro Azul.

Trabalho e desenvolvimento

Coral "Cantores da Aldeia" estreia na Cantata de Natal em São Pedro da Aldeia

Por Renato Silveira em 04/12/2018
Imagem da Notícia: A Casa dos Azulejos de São Pedro da Aldeia abriga, desde agosto, uma turma que tem na música e no cantar uma verdadeira paixão. Esse grupo, batizado de "Cantores da Aldeia", idealizado pelo maestro Max Oliveira e apoiado pelo subsecretário de Turismo, Luiz Carlos Rocha, vai fazer sua estreia no Natal aldeense nesta quinta-feira (06), a partir das 18h, na Casa dos Azulejos. No repertório, canções natalinas prometem abrilhantar a abertura dos festejos de fim de ano na cidade.

A Casa dos Azulejos de São Pedro da Aldeia abriga, desde agosto, uma turma que tem na música e no cantar uma verdadeira paixão. Esse grupo, batizado de "Cantores da Aldeia", idealizado pelo maestro Max Oliveira e apoiado pelo subsecretário de Turismo, Luiz Carlos Rocha, vai fazer sua estreia no Natal aldeense nesta quinta-feira (06), a partir das 18h, na Casa dos Azulejos. No repertório, canções natalinas prometem abrilhantar a abertura dos festejos de fim de ano na cidade.



O maestro Max Oliveira, que se estabeleceu em São Pedro da Aldeia há cerca de um ano, conta que, ao chegar à cidade, imaginou como poderia dar sua contribuição ao local que tão bem o recebeu e que percebeu ter uma forte vocação musical. "O Subsecretário Luiz abraçou a ideia de imediato e cedeu o espaço para os ensaios na Casa dos Azulejos. Isso aconteceu em junho deste ano e, de lá para cá, fomos recebendo os interessados, identificando seus potenciais, preparando repertório, até chegarmos a esse momento da primeira apresentação, aguardada com ansiedade por todos os 25 participantes. Alguns nunca tiveram experiência musical anterior, outros já até se apresentaram em palcos individualmente, mas todos estão unidos pelo amor à arte”, contou.



As apresentações do "Cantores da Aldeia" não envolvem custos e estão firmadas na ideologia do "fazer por amor à arte". Segundo Max, várias pessoas passaram pela Casa dos Azulejos ao longo destes quatro meses, até que se chegasse a esse grupo que se envolveu completamente com o trabalho e atualmente divide tarefas como produção, escolha de repertório e outras funções. "Formamos uma família musical, onde cada um, dentro de seus potenciais, executa suas tarefas em prol do grupo. Nesta apresentação da Cantata de Natal, teremos dez canções, seis com temas natalinos e quatro do cancioneiro popular", explicou.



Para a coralista Ana Pinto, que há alguns anos arriscou sua arte nos palcos noturnos da cidade, conta que sempre sonhou em integrar um coral e que, ao saber da formação do grupo, não hesitou. "Sempre me encantou assistir corais pela TV e para mim é um sonho participar deste trabalho, que está ficando muito lindo", comentou.



Já Luís Cláudio afirmou que não tinha experiência com o canto e que, ao receber o convite de um casal amigo, a princípio, resistiu, mas hoje vê nos ensaios e nas reuniões do grupo uma espécie de terapia. "Formamos um grupo bastante unido pela força maior que é a música", afirmou.