400 anos de são pedro da aldeia

É Tempo de Viver Bem

Dia Mundial de Luta Contra a Aids é lembrado com ações em São Pedro da Aldeia

Por Raíra Morena em 04/12/2013
Imagem da Notícia: Em alusão ao Dia Mundial de Luta Contra a Aids, a Prefeitura de São Pedro da Aldeia, através da Secretaria de Saúde, promoveu, durante toda a manhã e tarde desta quarta-feira (04), mobilizações no Centro da cidade e nos postos de saúde do município. Na Praça Agenor Santos, a Praça da Matriz, foi montada uma tenda onde profissionais da saúde distribuíram mais de 300 preservativos masculinos e femininos, folhetos informativos e mais de 15 encaminhamentos para testes rápidos de HIV na Policlínica do Centro. A campanha de conscientização e a testagem também aconteceu em todos os postos de saúde do município.

Em alusão ao Dia Mundial de Luta Contra a Aids, a Prefeitura de São Pedro da Aldeia, através da Secretaria de Saúde, promoveu, durante toda a manhã e tarde desta quarta-feira (04), mobilizações no Centro da cidade e nos postos de saúde do município. Na Praça Agenor Santos, a Praça da Matriz, foi montada uma tenda onde profissionais da saúde distribuíram mais de 300 preservativos masculinos e femininos, folhetos informativos e mais de 15 encaminhamentos para testes rápidos de HIV na Policlínica do Centro. A campanha de conscientização e a testagem também aconteceu em todos os postos de saúde do município.

De acordo com a coordenadora do Programa Municipal de DST/Aids, Marieta Narde, a ação teve como objetivo alertar a população a respeito da importância do diagnóstico e tratamento precoces da doença. “Estamos realizando ações em todos os postos de saúde, a fim de conscientizar e orientar a população sobre a importância do diagnóstico precoce da Aids para a manutenção da qualidade de vida. Vale lembrar que o aconselhamento e a testagem rápida de HIV vão continuar durante todo o ano na Policlínica do Centro gratuitamente”, disse. Os testes rápidos são indicados para quem já passou por alguma situação de risco,  tais como relação sexual sem o uso de preservativo, portador de doença sexualmente transmissível ou tuberculose ou ainda para aqueles que compartilharam agulhas ou seringas.

Durante todo o dia, os profissionis realizaram distribuição de folhetos informativos contendo informações úteis sobre a doença, principais formas de prevenção e orientações para o teste rápido. Também foram entregues à população cartilhas sobre as Doenças Sexualmente Transmissíveis (DST), também chamadas de Infecções Sexualmente Transmissíveis, preservativos e geis lubrificantes. Além da testagem rápida para detecção do HIV, também foram feitos encaminhamentos para o teste rápido de Hepatite B e C na Policlínica do Centro. A ação contou com a presença das coordenadoras de Hanseníase e Tuberculose, Kátia Moura e de Tabagismo, Quizi.