Brasão da Prefeitura Municipal de São Pedro da Aldeia com fita azul dedicado ao mês de Novembro em razão da campanha Novembro Azul.

Trabalho e desenvolvimento

Banner: Processo Seletivo Simplificado da Secretaria de Saúd

Em São Pedro da Aldeia, primeira usina de biogás do Brasil entra em operação comercial

Por Gabrielly Costa em 12/11/2014
Imagem da Notícia: São Pedro da Aldeia é sede da primeira Usina de Tratamento de Biogás do Brasil, que já funciona em fase pré-operacional. O empreendimento é mais um marco do compromisso da gestão do Prefeito Cláudio Chumbinho com o desenvolvimento econômico da cidade, meio ambiente e práticas sustentáveis. A previsão de início do fornecimento experimental para um cliente comercial é 01 de dezembro. Localizada no bairro Alecrim, a Usina tem como objetivo captar o biogás gerado no Aterro Dois Arcos e purificá-lo, visando a produção de gás natural de fontes renováveis. O Aterro é responsável pelo processamento diário de cerca de 600 toneladas de lixo, proveniente de oito municípios da Região. Com investimentos de R$18 milhões, a estimativa de produção da Usina no Aterro Dois Arcos é de cinco milhões de m³ de biogás purificado por ano.

 São Pedro da Aldeia é sede da primeira Usina de Tratamento de Biogás do Brasil, que já funciona em fase pré-operacional. O empreendimento é mais um marco do compromisso da gestão do Prefeito Cláudio Chumbinho com o desenvolvimento econômico da cidade, meio ambiente e práticas sustentáveis. A previsão de início do fornecimento experimental para um cliente comercial é 01 de dezembro. Localizada no bairro Alecrim, a Usina tem como objetivo captar o biogás gerado no Aterro Dois Arcos e purificá-lo, visando a produção de gás natural de fontes renováveis. O Aterro é responsável pelo processamento diário de cerca de 600 toneladas de lixo, proveniente de oito municípios da Região. Com investimentos de R$18 milhões, a estimativa de produção da Usina no Aterro Dois Arcos é de cinco milhões de m³ de biogás purificado por ano.



“São Pedro da Aldeia vive um momento de muita alegria, com o crescimento da cidade e o aumento da geração de empregos. Reafirmo que estamos focados no desenvolvimento da nossa cidade, trabalhando com muita transparência e buscando sempre o melhor para a nossa população. Muitas empresas se instalaram aqui e muitas ainda virão. Com isso, a cidade cresce, desenvolve, gera empregos e qualificação profissional. É com muita satisfação que recebemos a primeira Usina de Biogás do Brasil e vamos continuar trabalhando muito pelo nosso município”, disse o Prefeito Cláudio Chumbinho.


De acordo com a Secretária de Meio Ambiente, Lagoa, Pesca e Serviços Públicos, Adriana Saad, o empreendimento elevará o índice de ICMS Verde da cidade em 2016. “A Usina de Tratamento de Biogás é um projeto sustentável de excelência. São Pedro da Aldeia está se tornando um município referência no desenvolvimento da política ambiental, o que prova a preocupação que o Prefeito Cláudio Chumbinho tem em relação ao meio ambiente. Nós estamos investindo e realizando, de fato, uma política ambiental na cidade”, disse.



Para o Diretor da GNR Dois Arcos Valorização de Biogás, Marcio Schittini, o empreendimento representa uma nova forma de encarar o lixo que produzimos. “A Usina de Tratamento de Biogás do Aterro Dois Arcos representa o início de uma era onde podemos rever a definição da palavra ‘lixo’ no dicionário para ‘matéria-prima’. A unidade em São Pedro da Aldeia já está funcionando em fase pré-operacional. No início de dezembro, iniciaremos o fornecimento experimental para um cliente comercial, com autorização da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). Nossa expectativa é iniciar com produção de 9.000 m³/dia e atingir capacidade plena de produção em 3-4 anos”, declarou.


Até 2020, a Usina de Tratamento de Biogás do Aterro Dois Arcos vai evitar o lançamento na atmosfera de aproximadamente 470 mil toneladas de CO2. O combustível produzido no local será entregue no gasoduto da CEG-Rio, em contrato de longo prazo. O empreendimento integra o Programa Rio Capital da Energia, iniciativa do Governo Estadual que tem como proposta transformar o Rio de Janeiro num centro de referência mundial em inovação tecnológica, eficiência energética e sustentabilidade ambiental.