400 anos de são pedro da aldeia

É Tempo de Viver Bem

Entrega das chaves de unidades habitacionais do “Minha Casa Minha Vida” acontece na quarta (24)

Por Gabrielly Costa em 18/05/2017
Imagem da Notícia: A Prefeitura de São Pedro da Aldeia, o Banco do Brasil e a Construtora Padova vão realizar na próxima quarta-feira, dia 24 de maio, a entrega das chaves de 272 moradias do conjunto habitacional Quinta São José, do programa federal “Minha Casa Minha Vida”, localizado no bairro Rua do Fogo. A solenidade acontece às 9h, na sede do São Pedro Esporte Clube (SPEC), no Centro.

A Prefeitura de São Pedro da Aldeia, o Banco do Brasil e a Construtora Padova vão realizar na próxima quarta-feira, dia 24 de maio, a entrega das chaves de 272 moradias do conjunto habitacional Quinta São José, do programa federal “Minha Casa Minha Vida”, localizado no bairro Rua do Fogo. A solenidade acontece às 9h, na sede do São Pedro Esporte Clube (SPEC), no Centro.



A cerimônia de entrega será dividida em dois momentos. Na parte da manhã, de 9h as 12h, serão atendidos os beneficiários com as iniciais de A-J (137 pessoas). O outro grupo formado por 135 pessoas, com iniciais de K-Z, será atendido das 13h às 16h.



Secretária de Assistência Social e Direitos Humanos, Ester Marques falou sobre o momento. “Todos nós estamos muito felizes com mais essa realização, que vai beneficiar moradores de diversos bairros do município. A nossa Secretaria estará presente dando todo o apoio e suporte para as famílias beneficiárias. O Banco do Brasil vai realizar a oficialização e assinatura dos contratos, já a construtora será responsável por entregar as chaves”, explicou.



O empreendimento Quinta São José conta com 272 unidades habitacionais divididas em 17 blocos, com 16 apartamentos cada, sendo quatro apartamentos por andar. Cada moradia possui dois dormitórios, sala, cozinha, banheiro e uma pequena área de serviço, além de vaga de estacionamento. O espaço conta ainda com parque infantil entre cada bloco, quadra poliesportiva e um pequeno salão de festas.



Um trabalho técnico social será iniciado com os moradores após a entrega das chaves, pré-requisito do programa. A fomentação e o desenvolvimento dessas ações terão duração de um ano. “O objetivo é desenvolver uma cultura patrimonial, porque a maioria das famílias que estão sendo beneficiadas vem de um ritmo de vida diferente. Vamos ensinar relações de vizinhança, organização condominial, desenvolver algumas ações de geração e renda, trabalhar com o público de forma geral numa linha de sustentabilidade”, comentou a coordenadora do Programa Minha Casa Minha Vida, Cláudia Brasil.



O sorteio das 272 unidades foi realizado nos dias 03 e 04 de dezembro do último ano, com 437 pessoas aptas a participar. O cadastro de reserva foi convocado duas vezes, em dezembro de 2016 e fevereiro deste ano. Os titulares têm o prazo de 10 anos para quitar o imóvel em parcelas que variam de R$80 a R$270, calculadas de acordo com a renda per capita de cada família, declarada no ato da inscrição.