400 anos de são pedro da aldeia

É Tempo de Viver Bem

Equipes de resgate aldeenses terão capacitação em salvamento aquático

Por Raíra Morena em 27/11/2013
Imagem da Notícia: Dando continuidade ao treinamento dos profissionais que vão compor as equipes de resgate do município, a Prefeitura de São Pedro da Aldeia, através da Secretaria de Saúde, inicia, na próxima semana, a capacitação em salvamento aquático e resgate ao afogado, que será divida em aulas teóricas e práticas em piscina e praia. Os alunos, entre eles enfermeiros, técnicos em enfermagem e motoristas, passaram pela primeira avaliação escrita, onde puderam testar os conhecimentos adquiridos e esclarecer dúvidas sobre os diversos modelos de atendimento pré-hospitalar a vítimas de acidentes. O treinamento das equipes também vai incluir curso de Ordem Unida, praticado por forças militares. Na próxima terça-feira (03), dará início às aulas teóricas de salvamento aquático e resgate ao afogado.

 

Dando continuidade ao treinamento dos profissionais que vão compor as equipes de resgate do município, a Prefeitura de São Pedro da Aldeia, através da Secretaria de Saúde, inicia, na próxima terça-feira (03), a capacitação em salvamento aquático e resgate ao afogado, que será divida em aulas teóricas e práticas em piscina e praia. Os alunos, entre eles enfermeiros, técnicos em enfermagem e motoristas, já passaram pela primeira avaliação escrita, onde puderam testar os conhecimentos adquiridos e esclarecer dúvidas sobre os diversos modelos de atendimento pré-hospitalar a vítimas de acidentes. O treinamento das equipes também vai incluir curso de Ordem Unida, praticado por forças militares.

 

Para a aplicação da primeira avaliação teórica do treinamento, a Secretaria firmou uma parceria com um condomínio do bairro Boa Vista para uso do espaço físico da academia de ginástica do estabelecimento. Na ocasião, o enfermeiro Marcus Paraguassu, um dos coordenadores do curso, fez a correção pontual das questões objetivas, aproveitando o momento para esclarecer dúvidas. Ao término, Paraguassu destacou o empenho e a dedicação dos futuros socorristas.

“Tivemos excelentes notas nesse primeiro teste e estamos felizes de ver o comprometimento do grupo com o treinamento, a vontade e em dar o melhor e desempenhar uma assistência diferenciada à vítima, tornando possível o aumento da sobrevida dela e minimizando os danos da lesão sofrida. Mesmo após inaugurado o serviço, a avaliação e a capacitação dos profissionais será contínua e permanente. A intenção é gerar multiplicadores”, destacou o enfermeiro, especializado em ITLS Avançado, um curso de chancela internacional de suporte básico de vida ao paciente com trauma.

Já na próxima terça-feira (03), o enfermeiro Dieimes Peixoto, que também coordena o curso, dará início às aulas teóricas de salvamento aquático e resgate ao afogado, que prevê aulas práticas em praia e piscina. “Entendemos que é de suma importância a capacitação para o suporte básico de vida ao afogado, tendo em vista que vivemos em uma cidade praiana, que também é destino de muitos turistas na alta temporada”, lembrou Dieimes, que ministrou aulas teóricas e práticas no período da manhã, acompanhado do coordenador médico do serviço de resgate aldeense, Dailton Mendes Pedroso.

Segundo Dieimes, ao término de todo o treinamento, os profissionais passarão por uma avaliação final, contendo todo o conteúdo teórico e prático dado. “Estamos realizando testes específicos para avaliar e pontuar o desempenho de cada um e, ao final, todas as notas serão somadas à pontuação da avaliação final, que vai conter todo o conteúdo repassado ao longo do curso. O objetivo é que nós possamos estar pesando não somente o desempenho na prova teórica, mas o comprometimento do aluno com o curso, sua evolução ao longo do treinamento, conhecimentos técnicos, científicos e práticos adquiridos”, ressaltou.

Após a formação das equipes de resgate, todos os profissionais receberão diploma, uniforme e carteirinha de identificação. Ao todo, serão formadas sete equipes, que ficarão baseadas no Pronto-Socorro Municipal de segunda a domingo em sistema de plantão. Inicialmente, cada equipe será composta por um enfermeiro, um técnico em enfermagem e um motorista, com apoio de um ortopedista e um cirurgião. As equipes vão trabalhar em integração ao Corpo de Bombeiros e à Guarda Municipal, prestando socorro a vítimas de acidentes em toda a extensão do município, como em vias públicas, escolas e casas.

 


Tópicos: Primeiros socorros , Afogamento , ITLS , Resgate , Trauma