Brasão da Prefeitura Municipal de São Pedro da Aldeia com fita azul dedicado ao mês de Novembro em razão da campanha Novembro Azul.

Trabalho e desenvolvimento

Banner: Processo Seletivo Simplificado da Secretaria de Saúd

Escolas municipais assistem ao espetáculo infantil “A culpa é de quem?”

Por Marianne Rodrigues em 09/11/2017
Imagem da Notícia: A Prefeitura de São Pedro da Aldeia, em parceria com o Instituto CCR, apresentou, nesta quinta-feira (09), o espetáculo infantil “A culpa é de quem?”, no Teatro Municipal Dr. Átila Costa. Ao todo, 475 alunos da rede municipal de ensino assistiram a atração. A peça abordou o diálogo entre o mundo real e o virtual equilibrando o uso da tecnologia com as relações interpessoais sem prejuízos para nenhum deles. O coordenador do Programa Caminhos para Cidadania do município, Rubens Dias, esteve presente durante a apresentação.

A Prefeitura de São Pedro da Aldeia, em parceria com o Instituto CCR, apresentou, nesta quinta-feira (09), o espetáculo infantil “A culpa é de quem?”, no Teatro Municipal Dr. Átila Costa. Ao todo, 475 alunos da rede municipal de ensino assistiram a atração. A peça abordou o diálogo entre o mundo real e o virtual equilibrando o uso da tecnologia com as relações interpessoais sem prejuízos para nenhum deles. O coordenador do Programa Caminhos para Cidadania do município, Rubens Dias, esteve presente durante a apresentação.




As unidades escolares prestigiadas foram a E. M. Adalgiza da Silva Lobo e E. M. Rubem Arruda Câmara, no bairro Morro dos Milagres; E. M. Flonete Alexandrino da Silva, no Poço Fundo; E. Mz. José Guimarães, no bairro Porto da Aldeia; E. M. Profª Maria da Glória Santos Motta, em Praia Linda; E. M. Manoel Martins Teixeira, em Sapeatiba; E. Mz. Paineira e E. M. José Teixeira Paulo, no Balneário.



Professora da Escola Municipal Rubem Arruda Câmara, Michele da Silva afirma que a mensagem da peça foi perfeitamente adequada à realidade dos alunos. “Se um adulto cai nas armadilhas das redes sociais, imaginam nossas crianças e adolescentes, que estão o tempo todo antenados e não têm a preocupação de quem é que está do outro lado da tela. O tema foi muito apropriado para idade e para o momento em que vivemos”, disse.



“A culpa é de quem?” contou a história de um inspetor de alunos que, ao aguardar a chegada da nova professora para apresentá-la à classe, percebe um caso de bullying virtual na sala de aula. Imediatamente, propõe uma atividade diferente para os alunos: uma viagem cibernética para o resgate dos valores que foram perdidos naquele dia. Os alunos são sugados pelo computador e passam a fazer parte do mundo virtual, onde devem se unir para desvendar enigmas que os trarão de volta sãos e salvos para o mundo real. O espetáculo é viabilizado pelo Ministério da Cultura, por meio da Lei Rouanet, com apresentação da CIAVIP Produções.