400 anos de são pedro da aldeia

É Tempo de Viver Bem

Exposição “Por serena lagoa banhada” é aberta em São Pedro da Aldeia.

Por Renato Silveira em 10/07/2017
Imagem da Notícia: Uma homenagem aos pescadores e a arte da pesca. Esse é o mote da exposição “Por serena lagoa banhada”, em cartaz na Casa de Cultura Gabriel Joaquim dos Santos, que pode ser visitada até 27 de julho, de segunda a sexta-feira, das 8h30 às 17h. O evento é uma realização da Prefeitura de São Pedro da Aldeia, por meio da Secretaria Adjunta de Cultura.

Uma homenagem aos pescadores e a arte da pesca. Esse é o mote da exposição “Por serena lagoa banhada”, em cartaz na Casa de Cultura Gabriel Joaquim dos Santos, que pode ser visitada até 27 de julho, de segunda a sexta-feira, das 8h30 às 17h. O evento é uma realização da Prefeitura de São Pedro da Aldeia, por meio da Secretaria Adjunta de Cultura.

 


De acordo com a secretária adjunta de Cultura, Edilúcia Marques, essa exposição dá continuidade ao trabalho desenvolvido na Casa de Cultura, que pela primeira vez, homenageia o pescador, um dos símbolos da cultura aldeense.


 

“A pesca está na raiz da nossa cultura, de nossa economia e com essa exposição, prestamos aqui nossa pequena homenagem a quem fez e faz a história de nossa cidade", afirmou. 



Para marcar a abertura da exposição, cujo nome foi tirado da letra do hino do município, a cantora Gabriela Chaffin apresentou a música do professor Cordelino Teixeira Paulo numa versão estilizada, em ritmo de samba. Em seguida, houve apresentação de dança.


 


O secretário de Educação Walzi Sampaio comparou a exposição ao poema de João Cabral de Melo Neto, “Tecendo a manhã”, que fala que “Um galo sozinho não tece uma manhã, ele precisará sempre de outros galos...”, referindo-se ás redes de pesca expostas por toda a Casa de Cultura.


 

O secretário de Governo Eronildes Bezerra e a vereadora Cláudia Batista, prestigiaram a abertura.