400 anos de são pedro da aldeia

É Tempo de Viver Bem

Festival de Peixe movimentou Praia da Baleia no final de semana

Por Renato Silveira em 04/07/2016
Imagem da Notícia: O tradicional Festival do Peixe, festa resgatada pela Prefeitura de São Pedro da Aldeia, por meio da Secretaria de Turismo, Cultura e Lazer, movimentou a Praia da Baleia no final de semana. Milhares de moradores e visitantes prestigiaram o evento, que contou com 16 barracas com pratos variados de pescado, a preços populares, acompanhado de muita música, com os cantores Adriano Marques, Paula Azevedo,Sérgio Cardoso e o grupo N’Amizade. O prefeito Cláudio Chumbinho esteve no local e provou diversas iguarias

O tradicional Festival do Peixe, festa resgatada pela Prefeitura de São Pedro da Aldeia, por meio da Secretaria de Turismo, Cultura e Lazer, movimentou a Praia da Baleia no final de semana. Milhares de moradores e visitantes prestigiaram o evento, que contou com 16 barracas com pratos variados de pescado, a preços populares, acompanhado de muita música, com os cantores Adriano Marques, Paula Azevedo,Sérgio Cardoso e o grupo N’Amizade. O prefeito Cláudio Chumbinho esteve no local e provou diversas iguarias.


 

. A secretária de Turismo, Cultura e Lazer comentou a importância da festa.

 

. “Por mais de dez anos a cidade ficou sem essa festa, que resgatamos em 2014 e de lá pra cá só fizemos melhoras, inclusive ampliando para dois dias em 2016. É uma tradição que merecia ser resgatada pela importância que a cultura do pescado tem em nossa cidade” afirmou.


 

. Para o comerciante Flávio Letieri, que em sua barraca trabalhava com uma deliciosa muqueca, essa festa é uma das mais importantes para o turismo da cidade.


 

“A começar pelo local escolhido, a Praia da Baleia, um local bucólico e que faz com que o turista atravesse toda a orla da cidade e fique conhecendo mais atrativos. A equipe está de parabéns” disse.


 

A moradora do Rio de Janeiro, Vânia Bosco, também elogiou a festa, que conhecia em outro formato.


 

. ‘Antes, só havia peixe na brasa e a festa era fechada, Desta forma, ficou mais democrática, podemos escolher variados pratos, em local aberto” afirmou.