400 anos de são pedro da aldeia

É Tempo de Viver Bem

Festival do Peixe agitou Praia da Baleia

Por Renato Silveira em 13/07/2015
Imagem da Notícia: Sucesso total. Assim pode ser definido o que aconteceu na tarde/noite de sábado na Praia da Baleia, com a estreia do novo formato do Festival do Peixe, que levou milhares de pessoas ao tradicional bairro de pescadores de São Pedro da Aldeia. O evento foi uma realização em parceria entre a Prefeitura e a Secretaria de Turismo, Cultura e Lazer e as Associações de Moradores e Pescadores da Praia da Baleia. O prefeito Cláudio Chumbinho e a secretária das pastas, Sandra Coelho, prestigiaram o evento.

Sucesso total. Assim pode ser definido o que aconteceu na tarde/noite de sábado na Praia da Baleia, com a estreia do novo formato do Festival do Peixe, que levou milhares de pessoas ao tradicional bairro de pescadores de São Pedro da Aldeia. O evento foi uma realização em parceria entre a Prefeitura e a Secretaria de Turismo, Cultura e Lazer e as Associações de Moradores e Pescadores da Praia da Baleia. O prefeito Cláudio Chumbinho e a secretária das pastas, Sandra Coelho, prestigiaram o evento.



Para o prefeito, festas como esta resgatam a cultura aldeense.



“Os pescadores e a pesca ganham com essa festa.Os pratos que vem desta atividade, fazem parte de nossa cultura. Por isso, é importante apoiarmos um festival tradicional como este” afirmou.




Nas 12 barracas instaladas, o sucesso do novo formato, com pratos variados, pôde ser comprovado. Filas se formavam para saborear iguarias, como peixe assado na brasa, tainha com pirão, tainha escalada com guando, feijão, entre outros. Para animar o ambiente, Jorge Luperce e banda tocaram sucessos da MPB.



O guando com tainha escalada foi um dos maiores sucessos do festival. Servida na barraca da Associação dos Pescadores, o prato, um dos mais tradicionais da cidade, foi um dos primeiros a acabar.


“ Este é um prato que remete às tradições da nossa cidade, em um tempo em que não havia energia elétrica e a conservação dos alimentos era feita com sal grosso. Assim, vinha a tainha escalada e o guando, uma espécie de feijão bastante cultivado na Zona Rural” contou o representante da Associação José Ricardo, o Ricardinho.



A secretária Sandra Coelho comemorou o sucesso do evento.


“ É com muita alegria que fazemos esta festa, que mostra as nossas tradições e traz essa confraternização entre moradores, turistas e visitantes.” comentou.