400 anos de são pedro da aldeia

É Tempo de Viver Bem

Festival do Peixe movimenta fim de semana em São Pedro da Aldeia

Por Raíra Morena em 10/07/2017
Imagem da Notícia: O último fim de semana em São Pedro da Aldeia foi de muita gastronomia, música e animação durante o tradicional Festival do Peixe. O evento atraiu centenas de pessoas, moradores e turistas de todas as idades, à Praça da Praia da Baleia no sábado (08) e domingo (09). A programação, que teve início a partir das 12h, contou com pratos típicos diversificados à base de peixes e frutos do mar, comercializados à preços populares, além de praça de alimentação coberta, música ao vivo, recreação infantil, apresentações culturais e de dança, sorteio de rifas, venda de produtos artesanais, doces e bebidas. Prato mais tradicional da festa, a tainha foi uma das iguarias mais pedidas. O festival foi uma realização da Prefeitura aldeense, por meio da Subsecretaria de Turismo, em parceria com as associações de Moradores e de Pescadores, com apoio da iniciativa privada. O vice-prefeito Mauro Lobo, representando o Prefeito Cláudio Chumbinho, o Secretário de Estado de Cultura, André Lazaroni, os secretários de Governo, Eronildes Bezerra; de Segurança e Ordem Pública, Edmilson Bittencourt; de Serviços Públicos, Jayme Gomes; de Gestão Estratégica, Silvana Pires; de Educação, Walzi Sampaio, dentre outras autoridades municipais, prestigiaram o evento.

O último fim de semana em São Pedro da Aldeia foi de muita gastronomia, música e animação durante o tradicional Festival do Peixe. O evento atraiu centenas de pessoas, moradores e turistas de todas as idades, à Praça da Praia da Baleia no sábado (08) e domingo (09). A programação, que teve início a partir das 12h, contou com pratos típicos diversificados à base de peixes e frutos do mar, comercializados à preços populares, além de praça de alimentação coberta, música ao vivo, recreação infantil, apresentações culturais e de dança, sorteio de rifas, venda de produtos artesanais, doces e bebidas. Prato mais tradicional da festa, a tainha foi uma das iguarias mais pedidas. O festival foi uma realização da Prefeitura aldeense, por meio da Subsecretaria de Turismo, em parceria com as associações de Moradores e de Pescadores, com apoio da iniciativa privada. O vice-prefeito Mauro Lobo, representando o Prefeito Cláudio Chumbinho, o Secretário de Estado de Cultura, André Lazaroni, os secretários de Governo, Eronildes Bezerra; de Segurança e Ordem Pública, Edmilson Bittencourt; de Serviços Públicos, Jayme Gomes; de Gestão Estratégica, Silvana Pires; de Educação, Walzi Sampaio, dentre outras autoridades municipais, prestigiaram o evento.



Representando o Prefeito Cláudio Chumbinho, o vice-prefeito Mauro Lobo destacou a realização do Festival do Peixe. “É muito bom resgatar as coisas que são importantes para os munícipes, como esse Festival do Peixe, uma festa maravilhosa, alegre, que movimenta o município. Sem dúvida o esforço é grande, principalmente diante da crise em todo o Brasil, mas estamos tentando fazer o nosso melhor, com amor, carinho e seriedade. Nós temos um grupo técnico excelente e um governo participativo. Eu tenho muito orgulho de participar desse governo do Prefeito Cláudio Chumbinho como vice-prefeito. São Pedro da Aldeia está no caminho certo, e, apesar de todas as dificuldades, estamos empenhados, presentes, discutindo e caminhando junto à população”, disse.



Prestigiando o evento, o Secretário de Estado de Cultura, André Lazaroni, ressaltou a importância da manutenção das tradições culturais do município. “É uma felicidade estar nesta festa que faz parte do calendário do município, do resgate da memória da população. É a demonstração de pertencimento desse povo com essa cultura tão importante para a sociedade, a cultura caiçara. São Pedro da Aldeia tem um grande potencial turístico, que precisa ser explorado, e uma importância muito grande para a economia do Estado, que é a economia pesqueira, a agricultura. Eu acho que festas como essa fazem com que a sociedade do Rio de Janeiro conheça São Pedro da Aldeia cada vez mais e melhor. O Prefeito Cláudio Chumbinho vem fazendo um trabalho louvável, mesmo nesse momento tão difícil. Eu tenho certeza que essa será uma das maiores festas da região”, disse.



Ao todo, foram montadas 14 barracas de culinária típica, concentrada principalmente nos peixes da laguna, como tainha, saúba, carapeba, carapicu, dentre outras espécies, oriundos em sua maioria da atividade pesqueira da comunidade local. Em cada uma das tendas, pratos que variavam entre sardinha, tainha frita com pirão, moqueca, peixe frito, assado e em posta, gurjão de peixe, isca de peixe, filé de peixe frito, bobó de camarão, petiscos diversos e acompanhamentos variados. Nas barracas de doce, sobremesas como tortas, pavê, pudim, bolo de aipim, cuscuz, maçã do amor e churros também fizeram sucesso.



A programação artística, preparada pela Subsecretaria de Turismo, em conjunto com a Subsecretaria de Esporte e Lazer e à Secretaria Adjunta de Cultura, contou com atrações musicais e apresentações culturais e de dança. No sábado festivo, houve shows de dança folclórica, do Grupo Angatu, do grupo de pagode e samba, N’Amizade, além do cantor Adriano Marques com repertório eclético. No domingo, subiram ao palco o cantor Jonas Gonçalves, com o melhor do sertanejo e do forró, Adriano Marques e, à noite, o animado aulão da turma da Zumba, do Projeto “Orla em Movimento”, que acontece semanalmente na Praia do Centro.



Para garantir a segurança, qualidade e melhor acesso aos moradores, turistas, artistas e comerciantes à festa, a Praça do bairro recebeu ampla estrutura, iluminação, área coberta, palco, banheiros químicos, ambulância, presença das guardas Municipal e Ambiental e área de recreação infantil, com pula-pula e parque inflável. “Eu só tenho a agradecer ao Prefeito Cláudio Chumbinho e a todas as secretarias envolvidas, que nos apoiaram no processo de organização dessa festa. Tudo foi feito democraticamente, junto às associações de moradores e pescadores. Buscamos recursos, trazendo parceiros para perto, por meio da parceria público-privado, que tem sido muito importante para que os nossos eventos, as festas tradicionais dos bairros, não morram”, destacou o subsecretário de Turismo, Luiz Carlos Rocha, um dos organizadores da festa.



De acordo com o presidente da Associação de Moradores da Baleia, Willians Pinheiro, a parceria com o Poder Público municipal foi essencial para o sucesso do evento. “A Prefeitura tem uma responsabilidade muito importante nesse evento. Sem o seu suporte, não conseguiríamos realizar essa grande festa. A Prefeitura, junto com as associações de moradores e pescadores, resgatou essa festa do peixe e a cada ano buscamos melhorar. Juntos, nós estudamos uma maneira que atendesse melhor ao público em geral e acho que conseguimos, trabalhando em conjunto com os artesãos locais e várias outras entidades. O prefeito tem nos dado a oportunidade para realizar e, graças a Deus, o nosso bairro tem uma parceria boa com a Prefeitura”, disse.



Professora de Língua Portuguesa, Rosane Gomes compareceu à festa acompanhada do marido, o motorista Raimundo Vieira, e de um grupo de amigos. “A estrutura está muito bacana, atendendo às necessidades, com diversão e segurança. A organização este ano superou, está excelente. Essa festa resgata o valor de São Pedro da Aldeia como uma cidade turística, muito acolhedora e a valorização dos pescadores da nossa cidade”, ressaltou a moradora do bairro Porto da Aldeia.