400 anos de são pedro da aldeia

É Tempo de Viver Bem

Fórum Intersetorial para Construção de Rede se reúne em São Pedro da Aldeia

Por Marianne Rodrigues em 10/04/2018
Imagem da Notícia: O encontro do Fórum Intersetorial de Políticas Públicas para Construção de Rede da cidade de São Pedro da Aldeia foi realizado nesta terça-feira (10), no Centro de Formação Continuada Professora Ismênia Trindade dos Santos (CEFOR). Promovida pela Prefeitura aldeense, a reunião teve como objetivo debater Políticas Públicas voltadas à Saúde Mental e ao atendimento à pessoa com deficiência. Estiveram presentes no encontro a diretora do Programa de Saúde Mental, Rosemary Calazans Cypriano, a conselheira tutelar Edneia Bittencourt, a fonoaudióloga e a psicóloga da equipe de Inclusão da SEMED, Luciane Vieira e Viviane Danelli, e o orientador Educacional, Diogo Souza.

O encontro do Fórum Intersetorial de Políticas Públicas para Construção de Rede da cidade de São Pedro da Aldeia foi realizado nesta terça-feira (10), no Centro de Formação Continuada Professora Ismênia Trindade dos Santos (CEFOR). Promovida pela Prefeitura aldeense, a reunião teve como objetivo debater Políticas Públicas voltadas à Saúde Mental e ao atendimento à pessoa com deficiência. Estiveram presentes no encontro a diretora do Programa de Saúde Mental, Rosemary Calazans Cypriano, a conselheira tutelar Edneia Bittencourt, a fonoaudióloga e a psicóloga da equipe de Inclusão da SEMED, Luciane Vieira e Viviane Danelli, e o orientador Educacional, Diogo Souza.


 

A diretora do Programa Municipal de Saúde Mental, Rosemary Calazans Cyprianofalou sobre a iniciativa. “O Fórum é um dos componentes do processo de qualificação da rede dentro da Rede de Atenção Psicossocial, que é uma portaria do Ministério da Saúde, que institui essa rede de cuidado, desde a Atenção Básica até a Atenção Especializada da Saúde, incluindo também a Saúde Mental”, afirmou.

 

O orientador educacional, Diogo Souza, comentou sobre a importância do Fórum. “É uma ferramenta muito importante, pois com ele conseguimos discutir os casos que acontecem e surgem nas escolas, principalmente no que se refere à questão da Saúde Mental e dos alunos com deficiência. Conseguimos ter o apoio dos outros dispositivos para atender melhor a esses alunos”, disse.


 

O Fórum Intersetorial aldeense tem como meta a construção de saídas coletivas para dificuldades vivenciadas em todos os setores públicos. Os encontros acontecem de forma mensal.