400 anos de são pedro da aldeia

É Tempo de Viver Bem

Fórum Municipal de Educação se reúne em São Pedro da Aldeia

Por Marianne Rodrigues em 04/07/2017
Imagem da Notícia: O Fórum Municipal de Educação de São Pedro da Aldeia realizou mais uma reunião com seus membros, representantes do governo e da sociedade civil. O encontro aconteceu no Centro de Formação Continuada Professora Ismênia Trindade dos Santos (CEFOR), onde estiveram presentes o secretário de Educação e novo coordenador do fórum, professor Walzi Sampaio, o vice-coordenador, Felipe Serpa, e o representante da Secretaria de Saúde, Maurício Soares. O próximo encontro será no dia 12 de julho, no mesmo local.

O Fórum Municipal de Educação de São Pedro da Aldeia realizou mais uma reunião com seus membros, representantes do governo e da sociedade civil. O encontro aconteceu no Centro de Formação Continuada Professora Ismênia Trindade dos Santos (CEFOR), onde estiveram presentes o secretário de Educação e novo coordenador do fórum, professor Walzi Sampaio, o vice-coordenador, Felipe Serpa, e o representante da Secretaria de Saúde, Maurício Soares. O próximo encontro será no dia 12 de julho, no mesmo local.



 


 O secretário de Educação, professor Walzi Sampaio, falou sobre a entidade. “O Fórum Municipal de Educação é um importante componente interativo com o sistema municipal de educação. Funciona como caldeirão de ideias e visa a exercer de modo produtivo a observação ativa dos diversos cenários da rede escolar. Em um momento de renovação e reafirmação de seus protocolos e missão, o FME terá todo o apoio de seu novo coordenador, que agradece dos demais a inestimável presença”, afirmou.


 

            O Fórum Municipal de Educação aldeense foi instituído pela Lei Municipal nº 2.606, de 22 de junho de 2015. O FME é formado por profissionais da educação, organizações governamentais e não governamentais com atuação na Educação Básica e Superior, instituições que atuam na garantia e defesa dos direitos das crianças, adolescentes, jovens e adultos. A entidade suprapartidária, sem personalidade jurídica, se caracteriza como um espaço permanente de discussão e garantia de direitos.