400 anos de são pedro da aldeia

É Tempo de Viver Bem

Gabinete de Crise: Saúde reúne forças contra o mosquito Aedes Aegypti

Por Keyla Marques em 21/01/2016
Imagem da Notícia: A Prefeitura de São Pedro da Aldeia, por meio da Secretaria de Saúde, reuniu na quarta-feira (20) as equipes de trabalho do município para compartilhar novos dados relacionados ao mosquito Aedes Aegypti. As Secretarias de Gestão Estratégica, Urbanismo e Habitação, Ambiente, Lagoa, Pesca e Saneamento, Educação e Serviços Públicos, além de representantes da UPA – Unidade de Pronto Atendimento e da direção técnica da Organização Social Geração, que administra o Pronto Socorro Municipal e o presidente da Femanspa - Federação de Associação de Moradores de São Pedro da Aldeia estiveram presentes.

A Prefeitura de São Pedro da Aldeia, por meio da Secretaria de Saúde, reuniu na quarta-feira (20) as equipes de trabalho do município para compartilhar novos dados relacionados ao mosquito Aedes Aegypti. As Secretarias de Gestão Estratégica, Urbanismo e Habitação, Ambiente, Lagoa, Pesca e Saneamento, Educação e Serviços Públicos, Defesa Civil, além de representantes da UPA – Unidade de Pronto Atendimento e da direção técnica da Organização Social Geração, que administra o Pronto Socorro Municipal e o presidente da Femanspa - Federação de Associação de Moradores de São Pedro da Aldeia estiveram presentes.

O Secretário de Saúde, Luís Cláudio Sartori, abriu a reunião agradecendo às equipes pelo apoio dado à Secretaria de Saúde em um momento de crise. Convocou a todos para construírem uma ação conjunta para, assim, ampliarem a abrangência por dia de casas visitadas.

       

“Estamos em uma sequência de reuniões e tenho o prazer de receber o Pronto Socorro e a UPA presentes hoje. Uma “bruta” parte das notificações que temos no município é por conta do que acontece na UPA e no Pronto Socorro, por isso é muito importante a presença deles hoje aqui. Quero agradecer muito ao Secretário Paulo César, que acolheu a nossa minuta de decreto que instala o “Gabinete de Crise” para o combate às endemias, que facilita o processo de compra de insumos, em caráter emergencial, para o combate ao mosquito Aedes Agypti”, disse Cláudio.

               

        A Vigilância em Saúde apresentou os números da semana de coletas e visitas dos Agentes Comunitários de Saúde. Também informou os procedimentos que estão sendo feitos em relação às gestantes aldeenses. O acompanhamento de bebês que estão com suspeita de microcefalia está acontecendo e frisou a importância das gestantes se cuidarem e, em caso de suspeita de contaminação pelo vírus da Zika, procurar imediatamente uma unidade da Saúde.


“O contato com às Assistentes Sociais do CRAS foi muito bom! Estamos recebendo pedidos e notificações delas, em relação às gestantes e puérpuras. Elas tem nos cobrado bloqueio nas regiões onde moram e isso é muito bom, pois caracteriza que essas mães estão se preocupando e se cuidando”, disse Dr.ª Ângela Del Rosário, médica responsável pela Vigilância em Saúde.

                   

            Presente também estava a Subsecretária de Saúde Dr.ª Maria Lúcia Feitosa que encerrou a reunião relembrando a responsabilidade de todos no combate à Dengue, Zika Vírus e a febre Chikungunya.

               

“Nossas ações são conjuntas com o Ministério da Saúde, Secretaria de Estado de Saúde, Ministério Público e sociedade civil organizada. Cada um precisa assumir às suas responsabilidades. Precisamos atribuir uma punição aos moradores que descumprirem às ações de combate. Uma ação mais contundente inibi àqueles que jogam entulhos em terrenos, deixando -os expostos para acúmulo de água, facilitando os criadores do Aedes Aegypti, que transmite Zika, Dengue e Chikungunya”, disse a Dr.ª Maria Lúcia.