400 anos de são pedro da aldeia

É Tempo de Viver Bem

Inscrições de candidatos ao Conselho Tutelar continuam abertas em São Pedro da Aldeia

Por Gabrielly Costa e Raíra Morena em 02/06/2015
Imagem da Notícia: As inscrições de candidatos à eleição do Conselho Tutelar de São Pedro da Aldeia seguem até o dia 12 de junho, na sede da Secretaria de Assistência Social e Diretos Humanos, na Rua Hermógenes Freire da Costa, 19, no Centro, das 9h às 13h. Ao todo, são cinco vagas para membros titulares e cinco suplentes para o quadriênio 2016-2019. Para se inscrever, é necessário ter idade igual ou superior a 21 anos, ensino médio completo, experiência profissional na área da criança e do adolescente, residir no município há pelo menos dois anos, entre outros pré-requisitos previstos no Edital, disponível no site oficial da Prefeitura de São Pedro da Aldeia.

As inscrições de candidatos à eleição do Conselho Tutelar de São Pedro da Aldeia seguem até o dia 12 de junho, na sede da Secretaria de Assistência Social e Diretos Humanos, na Rua Hermógenes Freire da Costa, 19, no Centro, das 9h às 13h. Ao todo, são cinco vagas para membros titulares e cinco suplentes para o quadriênio 2016-2019. Para se inscrever, é necessário ter idade igual ou superior a 21 anos, ensino médio completo, experiência profissional na área da criança e do adolescente, residir no município há pelo menos dois anos, entre outros pré-requisitos previstos no Edital, disponível no site oficial da Prefeitura de São Pedro da Aldeia. 





Os novos conselheiros terão um mandato de quatro anos, com carga horária de 30 horas semanais. O atendimento ao público será das 8h às 18h, de segunda a sexta-feira e, aos sábados, domingos e feriados, haverá escala de plantão estabelecida pelos próprios membros. Além dos direitos previstos em lei, os eleitos terão remuneração de R$1.100,00.



Os interessados deverão apresentar no ato da inscrição originais e cópias da cédula de identidade; título de eleitor; comprovação de residência no município há pelo menos dois anos; comprovação de experiência profissional ou voluntária, mínima de dois anos na área de criança e/ou adolescente; certificado de conclusão do ensino médio, oriundo de Instituição reconhecida pelo MEC; certidão negativa de distribuição de feitos criminais expedida pela Comarca onde residiu o candidato nos últimos cinco anos, com validade à época da inscrição; prova de desligamento do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA-SPA), em caso de ser membro deste e carteira funcional de conselheiro tutelar, em caso de recondução ao cargo de conselheiro tutelar.