Brasão da Prefeitura Municipal de São Pedro da Aldeia com fita azul dedicado ao mês de Novembro em razão da campanha Novembro Azul.

Trabalho e desenvolvimento

Banner: Processo Seletivo Simplificado da Secretaria de Saúd

Invicto, Guerreiro é o grande campeão do 33º Fest Verão

Por Raíra Morena em 01/05/2016
Imagem da Notícia: Muita emoção, disputas acirradas e arena lotada na última noite decisiva do 33º Fest Verão neste sábado (30). Com uma campanha impecável, o Guerreiro sagrou-se grande campeão da categoria Adulto após superar o Bandeirantes por 3 a 1. Pelo Veterano, o troféu de primeiro lugar ficou com o Mossoró, que triunfou por 2 a 1 sobre o Rodoviário. Já pela categoria Sub11, com o placar agregado de 6 a 5, o Folhinhas levou o título para casa vencendo o Projeto David nos pênaltis alternados. Participaram da entrega das premiações o Prefeito Cláudio Chumbinho, o secretário de Governo, Desenvolvimento Econômico e Esportes, Edmilson Bittencourt, e o vereador Franklin da Escolinha. A programação da noite foi encerrada com o show do cantor Léo Américo, que agitou o público aldeense com hits do sertanejo universitário. Também prestigiaram o evento os secretários de Serviços Públicos, Jayme Gomes e de Fazenda, Marco Antônio Rodrigues, o vereador Adalberto Amaral, dentre outras autoridades municipais.

Muita emoção, disputas acirradas e arena lotada na última noite decisiva do 33º Fest Verão neste sábado (30). Com uma campanha impecável, o Guerreiro sagrou-se grande campeão da categoria Adulto após superar o Bandeirantes por 3 a 1. Pelo Veterano, o troféu de primeiro lugar ficou com o Mossoró, que triunfou por 2 a 1 sobre o Rodoviário. Já pela categoria Sub11, com o placar agregado de 6 a 5, o Folhinhas levou o título para casa vencendo o Projeto David nos pênaltis alternados. Participaram da entrega das premiações o Prefeito Cláudio Chumbinho, o secretário de Governo, Desenvolvimento Econômico e Esportes, Edmilson Bittencourt, e o vereador Franklin da Escolinha. A programação da noite foi encerrada com o show do cantor Léo Américo, que agitou o público aldeense com hits do sertanejo universitário. Também prestigiaram o evento os secretários de Serviços Públicos, Jayme Gomes e de Fazenda, Marco Antônio Rodrigues, o vereador Adalberto Amaral, dentre outras autoridades municipais.


 

“É motivo de muito orgulho e felicidade ver que o Fest Verão mais uma vez foi um grande sucesso. São Pedro da Aldeia já se tornou uma referência no Beach Soccer. A abertura este ano não poderia ser melhor com a partida amistosa entre a Seleção Brasileira de Beach Soccer e o Japão. Tivemos aqui atletas de alto nível, jogadores de renome nacional e internacional, além dos nossos talentos locais. Todos contribuíram para fortalecer e abrilhantar ainda mais o evento. Eu sempre falo que esporte é saúde, é qualidade de vida. Agradeço a todas as torcidas, aos clubes participantes e aos nossos parceiros que tornaram possível essa grande festa. Apesar de todas as dificuldades em meio à crise, São Pedro da Aldeia não parou e tenho trabalhado muito para continuar trazendo conquistas para o nosso município”, disse o Prefeito Cláudio Chumbinho.


 

Abrindo a programação da noite, Projeto David e Folhinhas Futebol de Praia protagonizaram uma grande partida em busca do troféu de primeiro lugar da categoria Sub11. O primeiro período terminou com igualdade no placar, depois de um gol contra de Davi Jotta e outro de Kayck, do Projeto David. No segundo tempo, a partida segue parelha. O Projeto David sai na frente com apenas 50 segundos de bola rolando, depois de chute forte de Wanyson, sem defesa para Miguel. Em seguida, na saída de bola, Bruno Gago deixa tudo igual. Aos quatro minutos, Kauan amplia para a equipe do Balneário e, aos 7’40, Arthur desconta para o Folhinhas, empatando novamente. Faltando dois minutos para o término do tempo, o capitão Vinícius Vidal cobra falta perigosa e marca um golaço, deixando a equipe do Porto da Aldeia na frente pela primeira vez na partida.


 

O empate chega aos três minutos do terceiro período com Wanyson. Aos 8’20, Kayck recebe passe perfeito de Wanyson e marca mais um para o Projeto David. A vantagem do time azul e branco dura apenas três segundos, pois, logo após, novamente na saída de bola, Vinícius Vidal faz o gol de empate para o Folhinhas, levando a decisão para a prorrogação. Sem nenhum gol feito nos três minutos adicionais, o título teve que ser decidido nos pênaltis alternados. Na cobrança da primeira grande penalidade, Kayck desperdiça e manda direto na trave, deixando a disputa em aberto. Na sequência, a responsabilidade fica nos pés do capitão Vinícius, que estufa a rede, selando a vitória por 6 a 5 no placar agregado, e a conquista do campeonato para a equipe do Folhinhas.

 


A entrega das premiações, medalhas e troféus de primeiro e segundo lugar foi feita pelo Prefeito Cláudio Chumbinho, pelo secretário de Esportes, Edmilson Bittencourt, e pelo vereador Franklin da Escolinha. O título de artilheiro foi para o capitão Vinícius Vidal, do Folhinhas, com 14 gols marcados na competição. O troféu de Defesa Menos Vazada foi recebido pelo goleiro Hyago Tavares, do Projeto David, que sofreu apenas 13 gols no torneio. Sorteado, o camisa 8 do Folhinhas, Richard, foi premiado com uma bicicleta.

 


Técnico do Folhinhas, Iedson Beranger, o “Camarão”, comemorou a vitória da equipe, considerada favorita depois de uma série de títulos acumulados desde o ano de 2010 no Fest Verão. “Foi um jogo muito emocionante, os dois times atuaram muito bem e estão de parabéns. Foi uma partida muito dura, mas graças a Deus nós saímos vitoriosos e campeões”, destacou o comandante da equipe Sub11, campeã este ano também pela categoria Sub17.


 

Na partida seguinte, valendo o título do campeonato pela categoria Veterano, as equipes do Mossoró Futebol de Praia, vice-campeã consecutiva em 2014 e 2015, e do Rodoviário Futebol Clube se enfrentaram em mais um confronto eletrizante nas areias aldeenses. Apresentando maior volume de jogo, o Mossoró sai na frente no primeiro tempo com gol de cabeça do capitão Elvis. Logo após, Marcelo Marmelo dá belo passe para Gustavo Canuto, que chuta forte e deixa tudo igual. Na volta para o segundo período, Valdenir aumenta de cabeça para o Mossoró, aos 10’53. Em seguida, o Rodoviário quase empata com Beto Azeredo, que manda uma bomba na trave tricolor. O terceiro e último período é marcado por bolas na trave e cartões amarelos. O Mossoró segue dominando, com mais tentativas de conclusão. Apesar do esforço do Rodoviário, a diferença no placar prevalece e o triunfo por 2 a 1 sagra o Mossoró como o grande campeão do Veterano 2016.


 

Para o capitão Elvis, autor de um dos gols decisivos do Mossoró, o título teve um sabor a mais para a equipe tricolor, que desde 2014 disputa pelo troféu mais importante do torneio. Hexacampeão do Fest Verão, a hemegonia do Veterano era do rival Olaria, eliminado pelo Mossoró na semifinal deste ano. “Começamos os primeiros jogos com nosso elenco desfalcado, mas aos poucos fomos organizando nosso time e conseguimos fazer um campeonato maravilhoso. A vitória contra o Olaria na semifinal foi muito importante. Chegamos até a final e graças a Deus fomos campeões. Nossa comunidade merece esse título”, disse o camisa 3, há cinco anos defendendo o Mossoró. “Sempre elogio muito o Fest Verão e o incentivo que ele dá para o esporte. Esse evento já é conhecido no nosso Estado do Rio todo. A Prefeitura mais uma vez está de parabéns”, finalizou.


 

            A artilharia do campeonato foi para o capitão do 22 de Julho, Aléx Vasconcellos, e para o camisa 10 do Olaria, Sérgio Alves, o “Santos”, ambos com 7 gols feitos no torneio. O troféu de Defesa Menos Vazada ficou com Eliton Barcelos, do Rodoviário, com 9 gols sofridos. Na ocasião, a Prefeitura aldeense também prestou uma homenagem surpresa ao árbitro mais antigo do Fest Verão, José dos Reis, de 64 anos de idade, que atuou em todas as 33ª edições do campeonato praiano. Apelidado de forma carinhosa pelos amigos, profissionais e companheiros de arbitragem como "a lenda do Fest Verão", Zé Reis recebeu das mãos do Prefeito Cláudio Chumbinho um troféu de valor simbólico pelos relevantes serviços prestados ao desporto no município aldeense.

                                    

             

            Moradora do bairro Rua do Fogo, Kelly Cristiane dos Santos compareceu à arena da Praia do Centro para curtir os jogos da final. Acompanhada da família, o filho Luan de um ano e oito meses e o marido Valtecir, a auxiliar administrativo é torcedora assídua do Estrela Esporte Clube, eliminado nas quartas de final. "Todos os jogos eu e meu marido viemos, sempre gostei muito. Infelizmente esse ano o meu time foi desclassificado, mas mesmo assim viemos até a final. A organização do evento foi muito boa, está super aprovada. É um campeonato muito familiar. A cada ano o Fest Verão vem melhorando", destacou.


 

            Na decisão mais aguardada da noite, o duelo entre os invictos Guerreiro e Bandeirantes pela categoria principal foi marcado por muita rivalidade e marcação cerrada. Com boa movimentação e reforço de peso de nomes do Vasco da Gama e Flamengo no elenco principal, a equipe do Balneário larga na frente aos 5’39 com Nelito, para o delírio da torcida organizada, que mais uma vez lotou as arquibancadas. No segundo período o jogo segue intenso, com destaque para boa atuação do goleiro Rafael Augusto, do Guerreiro. Apesar das tentativas e de cobranças de faltas perigosas nos dois lados, o placar apertado se mantém. Aos três minutos do terceiro e último tempo de jogo, Jeferson manda passe perfeito para Mateusinho, que amplia a vantagem do Guerreiro. Aos 4’50, em uma disputa tensa na pequena área, Luan aproveita sobra de bola e, do chão, manda direto para o gol, desviando do goleiro Anailton, abrindo o placar sob os gritos da torcida, que já antecipava o vencedor. Faltando quatro minutos e meio para o término da partida, Filipe Duarte faz o único gol do Bandeirante na partida, na cobrança de falta, deixando o placar em 3 a 1. Com a vitória emocionante, o Guerreiro conquistou o troféu de campeão e encerrou com chave de ouro uma campanha imbatível e ascendente, depois de ter superado o rebaixamento em 2014 e ter sido eliminado na semifinal do ano passado.



            Técnico estreante no Fest Verão, Fábio Carvalho falou sobre a trajetória implacável do Guerreiro e da preparação da equipe para a grande final. “Eu sabia que ia ser um jogo muito difícil e equilibrado. Eu frisei para o time que seriam 36 minutos de muita concentração. Os jogadores dentro de campo já se conheciam, são jogadores muito velozes e acostumados a competir em nível nacional e até em competições no exterior. Ia ganhar quem errasse menos e a gente tinha que minimizar os nossos. Graças a Deus fizemos uma partida muito boa, muito focada. Todos os nossos jogadores atuaram muito bem e foram muito importantes para essa vitória. Primeira vez que eu participo do Fest Verão e minha estreia não poderia ter sido melhor. Seis jogos, seis vitórias e saindo com o título”, disse.



A artilharia do campeonato foi para o camisa 11 do Bandeirantes, Michael Azevedo, com dez gols marcados. Destaque na partida e um dos nomes do Beach Soccer do Vasco da Gama/RJ, Rafael Augusto levou o troféu de Goleiro Menos Vazado, com apenas 13 gols tomados na competição. “Foi uma partida muito boa, as duas equipes tem atletas profissionais do Beach Soccer e no detalhe a gente conseguiu sair com a vitória. O professor Fábio fez um grupo muito bom, todos com muita humildade, e isso é fundamental para quem quer ser campeão”, destacou o camisa 1, há dois anos defendendo a camisa verde e amarela da Seleção Brasileira. “Eu tenho que parabenizar a Prefeitura de São Pedro da Aldeia porque são poucos os lugares que fazem um campeonato dessa grandeza. É difícil ver um evento desse no Brasil. Que sirva de exemplo para outras cidades”, finalizou o goleiro. Ao lado dos demais companheiros do Vasco da Gama, Rafael segue na próxima terça-feira para a Copa do Brasil 2016 de Beach Soccer em São Luís do Maranhão.



O troféu de melhor torcida foi para o Guerreiro em homenagem à participação mais vibrante na competição. Morador do Balneário e membro antigo da torcida do Guerreiro, Alberto dos Santos Abreu, o “Neném”, comemorou o reconhecimento. "Há muitos anos a gente vem acompanhando o Guerreiro. No ano retrasado o nosso time caiu e mesmo assim ninguém abandonou o barco. No Fest Inverno, a torcida do Guerreiro era a única presente na arena. Sempre acreditamos, com muita humildade, e hoje somos campeões. Com certeza somos a melhor torcida não só de São Pedro da Aldeia, mas da Região dos Lagos. Não tem comparação", disse.