Brasão da Prefeitura Municipal de São Pedro da Aldeia com fita azul dedicado ao mês de Novembro em razão da campanha Novembro Azul.

Trabalho e desenvolvimento

Banner: Processo Seletivo Simplificado da Secretaria de Saúd

Noite de emoção na homenagem à Cordelino Teixeira Paulo na Casa dos Azulejos

Por Renato Silveira em 18/04/2016
Imagem da Notícia: A emoção tomou conta dos convidados e organizadores nas homenagens prestadas ao centenário de nascimento do Professor Cordelino Teixeira Paulo, na Casa dos Azulejos. Poesia e música foram a tônica da noite, ex-alunos e familiares do autor do hino aldeense puderam voltar ao passado com as histórias do professor homenageado pelo então governador do Rio de Janeiro, Roberto Silveira. O evento foi uma realização da Prefeitura de São Pedro da Aldeia, por meio da Secretaria de Turismo, Cultura e Lazer.

A emoção tomou conta dos convidados e organizadores nas homenagens prestadas ao centenário de nascimento do Professor Cordelino Teixeira Paulo, na Casa dos Azulejos. Poesia e música foram a tônica da noite, ex-alunos e familiares do autor do hino aldeense puderam voltar ao passado com as histórias do professor homenageado pelo então governador do Rio de Janeiro, Roberto Silveira. O evento foi uma realização da Prefeitura de São Pedro da Aldeia, por meio da Secretaria de Turismo, Cultura e Lazer.



A secretária das pastas, Sandra Coelho, abriu as homenagens.



“Cordelino foi um exemplo de superação para todos nós e mesmo cego de nascença, ocupou lugar de destaque na educação e nas  artes”, afirmou Sandra

.

O subsecretário de Cultura, Geraldo Ferreira, leu uma pequena biografia do homenageado e, entre outras coisas, lembrou da nomeação como professor da rede estadual de ensino.



“O governador Roberto Silveira fez um destaque na portaria de nomeação, afirmando ser Cordelino um exemplo de superação e capacidade”, disse.



A noite foi marcada também pela apresentação dos alunos do projeto Jovens Pianistas, que apresentaram números da música clássica, como a Quinta Sinfonia de Beethowen e Tarantelle. O curso é coordenado pela professora Noemi e pelo professor Clébio.


Também foram lidos poemas de Cordelino, pela secretária Sandra Coelho, pela curadora da Casa de Cultura Deny Caetano e pelo professor Geraldo Ferreira.