400 anos de são pedro da aldeia

É Tempo de Viver Bem

Nota de esclarecimento

Por Comunicação em 16/08/2013
Imagem da Notícia: A Prefeitura Municipal de São Pedro da Aldeia vem informar que ao contrário do que vem sendo noticiado na mídia acerca do processo envolvendo a PROLAGOS, não houve por parte da municipalidade qualquer beneficiamento ou proteção a referida empresa. Ocorre que o município também foi arrolado como réu na referida ação e por tal razão fez-se necessário a sua manifestação no processo.

A Prefeitura Municipal de São Pedro da Aldeia vem informar que ao contrário do que vem sendo noticiado na mídia acerca do processo envolvendo a PROLAGOS, não houve por parte da municipalidade qualquer beneficiamento ou proteção a referida empresa. Ocorre que o município também foi arrolado como réu na referida ação e por tal razão fez-se necessário a sua manifestação no processo.

 

 

É importante informar à sociedade que a decisão proferida pelo Juiz da 1ª Instância acarretaria na imediata suspensão dos serviços de água e esgoto fornecidos pela concessionária, passando tal ônus a responsabilidade do município, que por sua vez, não possui condições técnicas e nem financeiras de manter a prestação dos serviços. Diante disso, a Procuradoria Geral do Município apenas descreveu a situação e as repercussões da liminar concedida em toda sociedade.  Inobstante certos meios de comunicação estejam distorcendo os fatos de forma maliciosa e manipuladora, não fosse à justificativa da Procuradoria respaldada na realidade dos fatos, sua tese não teria sido aceita e ratificada pelo Tribunal de Justiça que é a Instância Superior, na qual a decisão foi pela suspensão da liminar anteriormente concedida.

Por fim, a Prefeitura Municipal de São Pedro da Aldeia vem esclarecer à população que o único propósito do município neste processo foi garantir a continuidade dos serviços, bem como manter em desenvolvimento o plano de despoluição da Lagoa de Araruama.