Brasão da Prefeitura Municipal de São Pedro da Aldeia com fita azul dedicado ao mês de Novembro em razão da campanha Novembro Azul.

Trabalho e desenvolvimento

Banner: Processo Seletivo Simplificado da Secretaria de Saúd

Obra da segunda montadora do Polo Automotivo Aldeense entra em fase final

Por Luana Macêdo em 22/04/2015
Imagem da Notícia: A construção da segunda montadora do Polo Automotivo está em fase final em São Pedro da Aldeia. Com a Renault em pleno funcionamento a montadora Fiat será a próxima inaugurada no município. O salão está passando por limpeza e acabamento interno e externo. A prioridade de contratação para mão de obra é voltada para os moradores aldeenses, reforçando a geração de emprego e renda no município. A chegada das novas empresas é uma conquista da Prefeitura de São Pedro da Aldeia, por meio do Prefeito Cláudio Chumbinho, com objetivo de criar novos mercados de trabalho e aumentar a arrecadação municipal.



A construção da segunda montadora do Polo Automotivo está em fase final em São Pedro da Aldeia. Com a Renault em pleno funcionamento a montadora Fiat será a próxima inaugurada no município. O salão está passando por limpeza e acabamento interno e externo. A prioridade de contratação para mão de obra é voltada para os moradores aldeenses, reforçando a geração de emprego e renda no município. A chegada das novas empresas é uma conquista da Prefeitura de São Pedro da Aldeia, por meio do Prefeito Cláudio Chumbinho, com objetivo de criar novos mercados de trabalho e aumentar a arrecadação municipal.


 

Ao todo, o Polo gerará cerca de dois mil empregos e abrigará as concessionárias, Fiat, Nissan, Jac Motors, Hyundai, além da Renault que está em funcionamento. O polo automotivo fica localizado no Balneário das Conchas, próximo ao horto escola. 


 

Moradora do bairro, a auxiliar de serviços gerais Maria José de Lima, elogiou a chegada de mais uma empresa na cidade.



“Será uma oportunidade de emprego aberta para nossa população, torço para que tudo dê certo e famílias sejam beneficiadas com mais  essa chance de trabalhar dignamente”, disse Maria.