400 anos de são pedro da aldeia

É Tempo de Viver Bem

Prefeito Cláudio Chumbinho realiza reunião sobre “Minha Casa Minha Vida – Pontal da Lagoa”

Por Gabrielly Costa em 02/12/2015
Imagem da Notícia: O Prefeito Cláudio Chumbinho recebeu em seu gabinete nesta quarta-feira (02) representantes do grupo beneficiário do empreendimento “Minha Casa, Minha Vida – Pontal da Lagoa” e da Caixa Econômica Federal. Na ocasião, foram prestadas orientações e esclarecimentos relativos à entrega das unidades habitacionais construídas no Camerum. Antes da assinatura dos contratos, cada beneficiário terá a chance de fiscalizar todo o apartamento e conhecer sua nova moradia. Os futuros moradores serão divididos em três grupos de 32 famílias e as vistorias foram agendadas para os dias 16, 17 e 18 de dezembro. O encontro contou com a participação da secretária e da subsecretária de Assistência Social e Direitos Humanos, Ester Chumbinho e Olívia Sá; do secretário de Gestão Estratégica, Paulo César de Souza, da secretária de Projetos, Cláudia Magalhães, do assessor técnico da Secretaria de Urbanismo e Habitação, Leonardo Rosas, entre outros.

O Prefeito Cláudio Chumbinho recebeu em seu gabinete nesta quarta-feira (02) representantes do grupo beneficiário do empreendimento “Minha Casa, Minha Vida – Pontal da Lagoa” e da Caixa Econômica Federal. Na ocasião, foram prestadas orientações e esclarecimentos relativos à entrega das unidades habitacionais construídas no Camerum. Antes da assinatura dos contratos, cada beneficiário terá a chance de fiscalizar todo o apartamento e conhecer sua nova moradia. Os futuros moradores serão divididos em três grupos de 32 famílias e as vistorias foram agendadas para os dias 16, 17 e 18 de dezembro. O encontro contou com a participação da secretária e da subsecretária de Assistência Social e Direitos Humanos, Ester Chumbinho e Olívia Sá; do secretário de Gestão Estratégica, Paulo César de Souza, da secretária de Projetos, Cláudia Magalhães, do assessor técnico da Secretaria de Urbanismo e Habitação, Leonardo Rosas, entre outros.



 “Convocamos essa reunião para que a Caixa Econômica pudesse esclarecer algumas questões sobre o processo de finalização do conjunto habitacional Pontal da Lagoa. Entendemos a dificuldade no repasse de verbas feito por outras esferas do Governo, São Pedro da Aldeia sente essa redução como qualquer outro município. O nosso governo é um governo participativo e transparente, por isso, realizamos essa reunião para manter os beneficiários informados”, disse o Prefeito Cláudio Chumbinho.


Secretária de Projetos, Cláudia Magalhães falou sobre as próximas etapas. "Não será possível para a Caixa Econômica entregar a obra no prazo estabelecido devido ao atraso no repasse de recurso, então eles vieram prestar alguns esclarecimentos para a Prefeitura e a população que será beneficiada. Do dia 16 ao 18, vamos agendar com a comunidade para fazer as vistorias necessárias em cada imóvel. Na próxima terça-feira, teremos mais um encontro para falarmos sobre a retomada de obras do rancho da pesca e a emissão do habite-se das unidades", explicou. 




O empreendimento Pontal da Lagoa oferece 96 unidades habitacionais, divididas em seis blocos. A escolha dos apartamentos foi realizada por meio de sorteios em abril deste ano. Os titulares têm o prazo de 120 meses para quitar o imóvel, em parcelas que variam de R$ 25 a 80, sem juros e com correção do valor, aliado ao complemento do Governo Federal. Durante o parcelamento, o imóvel não pode ser alugado nem vendido, com a possibilidade de retirada do benefício.  O Pontal da Lagoa é o primeiro empreendimento do programa habitacional entregue pela Caixa Econômica Federal na Região dos Lagos.



"Esse encontro marca a retomada das obras do empreendimento Pontal da Lagoa e a confirmação das datas para vistoria dos moradores, que é algo natural e importante para o processo. No dia da vistoria, os beneficiários vão receber um checklist para confirmar se o imóvel está dentro das especificações. Estamos trabalhando em parceria com a Prefeitura nas emissões dos documentos pertinentes à legalização junto aos órgãos e no cartório para efetiva entrega das unidades, que ainda será agendada pelo Governo Federal, gestor do programa", explicou Pablo Sarmento, gerente de Habitação da Caixa Econômica Federal.