Atalhos de Acessibilidade


Rumo aos 400 anos de São Pedro da Aldeia

Prefeitura de
São Pedro
da Aldeia

Você está em:   Skip Navigation Links

Sala de Imprensa

Notícias

Prefeitura aldeense cadastra pescadores que não estão aptos a receber seguro defeso
RSS
Por Renato Silveira em 13/08/2013

A Prefeitura de São Pedro da Aldeia, através da Secretaria de Ambiente, Lagoa, Pesca e Serviços Públicos, está cadastrando os pescadores para participarem do programa de bolsa auxílio, oferecidas por empresa. O benefício está disponível para os pescadores,  que devido a falta de documentação e/ou outros problemas, não estão aptos a receber o seguro defeso.  O cadastro deve ser feito na sede da secretaria, no bairro Ponta da Areia.

 

 Esse benefício ficou decidido após recente reunião realizada entre o prefeito Cláudio Chumbinho, o secretário estadual de Ambiente, Carlos Minc, a secretária de Ambiente aldeense, Adriana Saad, o subsecretário de Estado de Ambiente, Luís Firmino, o subsecretário de Governo aldeense, Eduardo Sotto Maior, o presidente da Prolagos, Carlos Roma e a diretora executiva da concessionária Paula Medina.

De acordo com Adriana Saad, os pescadores interessados em participar do programa terão de prestar serviços ambientais à Lagoa de Araruama em meio expediente.

 

“É uma maneira do pescador não passar por maiores dificuldades durante esse período, no qual, ao final, o maior beneficiado será ele mesmo” afirmou.

Mais recursos

Na mesma reunião,também foram discutidas propostas de novos investimentos para o saneamento na região, cujo tema será votado na próxima reunião do Fecam, que acontecerá no dia 16 de agosto. A proposta principal, está a antecipação de investimento de R$ 47,5 milhões pela Prolagos para ampliação da rede separativa e melhoramento nas Estações de Tratamento de Esgoto. Deste total, R$ 10 milhões serão investidos em São Pedro da Aldeia.

Dos R$ 47,5 milhões, além dos R$ 10 milhões destinados a São Pedro da Aldeia, R$ 5 milhões irão para a rede separativa de Iguaba Grande, R$ 17,5 milhões para Armação dos Búzios e R$ 15 milhões para o tratamento terciário da Estação de Tratamento do Jardim Esperança, em Cabo Frio, além da construção de uma lagoa, no sistema “wet land”, com plantas aquáticas para a filtragem do esgoto tratado da ETE. O Fecam irá contribuir com 15 milhões e a Prolagos adiantará todo o recurso para inicio das obras em 2014. Os municípios pagarão as suas partes em 7 anos com o recurso do ICMS Verde.

 

 

 


  • Valid XHTML 1.0 Transitional
  • Selo de Acessibilidade - DaSilva
Desenvolvido por NPI Brasil Rua Marques da Cruz, 61 - Centro / (22) 2621-1559
CEP: 28941-086