400 anos de são pedro da aldeia

É Tempo de Viver Bem

Prefeitura aldeense legaliza mais de mil empresas MEI em menos de dois anos

Por Gabrielly Costa em 09/07/2014
Imagem da Notícia: A Prefeitura de São Pedro da Aldeia, por meio da Secretaria de Fazenda, formalizou o cadastro de 1138 microempreendedores individuais nesses 19 meses de gestão do Prefeito Cláudio Chumbinho. Confirmando o compromisso do atual governo de investir no empreendedorismo regional, o número compreende os profissionais que realizaram sua inscrição municipal entre janeiro de 2013 e o mês corrente. O Núcleo de Atendimento Empresarial (NAE), que funciona na Associação Comercial e Agrícola de São Pedro da Aldeia (ACIASPA), atende exclusivamente o empreendedor e as micro e pequenas empresas. Além de dar todo o suporte ao profissional que deseja se legalizar, o NAE também esclarece todos os benefícios e obrigações que o empreendedor possui.

A Prefeitura de São Pedro da Aldeia, por meio da Secretaria de Fazenda, formalizou o cadastro de 1138 microempreendedores individuais nesses 19 meses de gestão do Prefeito Cláudio Chumbinho. Confirmando o compromisso do atual governo de investir no empreendedorismo regional, o número compreende os profissionais que realizaram sua inscrição municipal entre janeiro de 2013 e o mês corrente. O Núcleo de Atendimento Empresarial (NAE), que funciona na Associação Comercial e Agrícola de São Pedro da Aldeia (ACIASPA), atende exclusivamente o empreendedor e as micro e pequenas empresas. Além de dar todo o suporte ao profissional que deseja se legalizar, o NAE também esclarece todos os benefícios e obrigações que o empreendedor possui.



O Prefeito Cláudio Chumbinho, que concorreu no início do ano ao Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor, cujo objetivo é premiar aqueles que reconhecem o valor do pequeno e micro empresário individual para o crescimento da cidade, destaca a importância de apoiar os empreendedores aldeenses. "A legalização dos microempreendedores individuais permite que a categoria tenha acesso a vários benefícios dentre eles ser fornecedor de instituições. Oferecemos suporte para que todos fiquem bem informados, aprendam cada vez mais e assim mantenham a sua empresa funcionando bem", disse.



Roni Cardoso, coordenador do NAE, explica o processo de legalização. “O micro empreendedor individual precisa ir ao Núcleo de Atendimento Empresarial e definir qual atividade ele quer exercer. Em seguida, ele faz um requerimento, abre o protocolo, informa CPF, identidade e título de eleitor, e então faz o registro no Portal do Empreendedor. Desse registro, a Receita Federal emite o CNPJ e o certificado de empreendedor. Os dois documentos são protocolados, o pedido é formalizado e então o protocolo municipal da inscrição é aberto. Esse protocolo vai tramitar na fiscalização e depois finalizar a inscrição municipal do empreendedor”, disse.



A Prefeitura aldeense busca sempre apoiar os empreendedores do município. Uma de suas iniciativas é a Oficina SEI, um curso de capacitação oferecido em parceria com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae). A Oficina é desenvolvida para o Microempreendedor Individual que deseja se capacitar e aumentar a competitividade no mercado. A próxima rodada do curso será realizada em agosto, nos dias 5, 6, 7 e 8. As inscrições já estão abertas e podem ser feitas pelos telefones 2621-2857 e 2621-2609, pelo e-mail cursos.desenvolvimento.pmspa@gmail.com e na sede da ACIASPA, localizada na Rua Glória Lobo, n° 360, no Centro, próximo a Justiça Federal. O curso é gratuito.