400 anos de são pedro da aldeia

É Tempo de Viver Bem

Prefeitura aldeense oferece tratamento e medicação gratuitos a quem quer parar de fumar

Por Gabrielly Costa em 04/06/2014
Imagem da Notícia: A Prefeitura de São Pedro da Aldeia, por meio da Secretaria de Saúde, dispõe de tratamento, orientação e medicação gratuitos às pessoas que desejam parar de fumar. O tratamento, oferecido pelo Programa Antitabagismo, é realizado no Centro de Atenção Integral à Saúde da Mulher, Criança e Adolescente (PAISMCA), localizada à Estrada do Porto, nº 36, e na Unidade de Saúde da Família em São Mateus, Estrada Faz São Mateus, s/nº. O programa é realizado em duas etapas. Na primeira fase, são marcados quatro encontros semanais com uma temática específica para cada sessão. Ao final do quarto encontro, é feita a distribuição da medicação gratuita, fornecida pelo Ministério da Saúde e repassada à população pelo município. Já a segunda etapa consiste em encontros quinzenais para acompanhamento. Os encontros acontecem às terças-feiras, no PAISMCA, e às quartas-feiras, na USF de São Mateus, das 8h30 às 9h30.

A Prefeitura de São Pedro da Aldeia, por meio da Secretaria de Saúde, dispõe de tratamento, orientação e medicação gratuitos às pessoas que desejam parar de fumar. O tratamento, oferecido pelo Programa Antitabagismo, é realizado no Centro de Atenção Integral à Saúde da Mulher, Criança e Adolescente (PAISMCA), localizada à Estrada do Porto, nº 36, e na Unidade de Saúde da Família em São Mateus, Estrada Faz São Mateus, s/nº. O programa é realizado em duas etapas. Na primeira fase, são marcados quatro encontros semanais com uma temática específica para cada sessão. Ao final do quarto encontro, é feita a distribuição da medicação gratuita, fornecida pelo Ministério da Saúde e repassada à população pelo município. Já a segunda etapa consiste em encontros quinzenais para acompanhamento. Os encontros acontecem às terças-feiras, no PAISMCA, e às quartas-feiras, na USF de São Mateus, das 8h30 às 9h30.



O objetivo do Programa Antitabagismo é oferecer tratamento de qualidade ao paciente com dependência à nicotina, conscientizando os fumantes sobre os malefícios do cigarro e os benefícios de se parar de fumar. Atualmente, são atendidas cerca de 20 pessoas por grupo, dentro de um total de 100 pessoas em tratamento.



Enfermeira e Coordenadora do Programa, Quizi Maria explica a importância dos encontros quinzenais. “No final do quarto encontro é feita a entrega da medicação para 15 dias e, então, esperamos o retorno da pessoa para saber suas reações. Não tem como a gente entregar a medicação sem um retorno. É preciso saber se o paciente se deu bem com o adesivo, se teve alguma reação e, caso tenho tido, é importante saber qual foi a reação para podermos encaminhá-lo ao local específico. Os retornos de 15 dias previnem também a recaída, que é um processo natural. Não adianta a gente cuidar da abstinência, do vício e não cuidar da recaída. Nossos encontros são também para prevenir, oferecer uma ajuda para o fator emocional e a ansiedade”, declarou.



Rute Pereira não é fumante, mas participa dos encontros para acompanhar o seu filho. A ideia de procurar tratamento partiu do jovem de 18 anos, que está passando pela primeira etapa do programa. “Quando falei para o meu filho que havia esse tratamento em São Pedro da Aldeia, no Paismca, ele veio e se inscreveu para participar. Já que ele quer superar esse vício, vou fazer a minha parte de trazê-lo aos encontros e ajudar em tudo que eu puder.  Eu sei que é difícil tentar parar e sei que só por vontade própria ele não consegue superar o vício, por isso tem que ter ajuda. Tenho que agradecer à Prefeitura da cidade, ao Prefeito Cláudio Chumbinho e aos demais responsáveis pela oportunidade que o meu filho está tendo e por esse projeto que busca ajudar as pessoas”, disse.



Além das reuniões semanais e do acompanhamento quinzenal, há ainda a oportunidade de participar de encontros mensais. Esses encontros visam mostrar ao paciente que o Programa Antitabagismo de São Pedro da Aldeia não irá abandoná-lo após o término do tratamento. Atualmente, o programa de tratamento da dependência da nicotina é oferecido apenas no PAISMCA e na USF em São Matheus. Entretanto, a ideia é descentralizar esse tratamento, capacitando outras enfermeiras, e oferecê-lo nas Unidades de Saúde da Família e Unidades Básicas de Saúde do município, facilitando o acesso da população.