400 anos de são pedro da aldeia

É Tempo de Viver Bem

Prefeitura aldeense oficializa parceria para instalação de três grandes empresas no município

Por Luana Macêdo em 08/11/2013
Imagem da Notícia: A Prefeitura de São Pedro da Aldeia oficializou o recebimento da área de 20milm², onde serão instaladas três empresas de energias renováveis no município. A reunião que acertou a legalização do terreno contou com a presença dos antigos proprietários Manuel Monteiro e Graça Monteiro. O termo foi assinado pela parte cedente, receptora e as testemunhas. Na área, localizada no bairro São Matheus, funcionarão empresas produtoras de painéis fotovoltaicos, mini-usinas eólicas e inversores. A previsão é de que as empresas estejam instaladas e em funcionamento em no máximo dois anos. Todo o processo foi acompanhado pelo Prefeito Cláudio Chumbinho. Os secretários de Turismo e Desenvolvimento Econômico, Sergio Mello, de Urbanismo e Habitação, Julio César Berlandi, de Agricultura, Abastecimento, Trabalho e Renda, Dimas Tadeu, os Diretores de Desenvolvimento Econômico, Ivonete dos Santos e Gilson Brandão e de Trabalho e Renda, Marcos Salaibe, estiveram, também, presentes ao ato oficial.


A Prefeitura de São Pedro da Aldeia oficializou o recebimento da área de 20milm², onde serão instaladas três empresas de energias renováveis no município. A reunião que acertou a legalização do terreno contou com a presença dos antigos proprietários Manuel Monteiro e Graça Monteiro. O termo foi assinado pela parte cedente, receptora e as testemunhas. Na área, localizada no bairro São Matheus, funcionarão empresas produtoras de painéis fotovoltaicos, mini-usinas eólicas e inversores. A previsão é de que as empresas estejam instaladas e em funcionamento em no máximo dois anos. Todo o processo foi acompanhado pelo Prefeito Cláudio Chumbinho. Os secretários de Turismo e Desenvolvimento Econômico, Sergio Mello, de Urbanismo e Habitação, Julio César Berlandi, de Agricultura, Abastecimento, Trabalho e Renda, Dimas Tadeu, os Diretores de Desenvolvimento Econômico, Ivonete dos Santos e Gilson Brandão e de Trabalho e Renda, Marcos Salaibe, estiveram, também, presentes ao ato oficial.

As três novas empresas gerarão, a princípio, cerca de 30 empregos diretos e indiretos. Técnicos formados na Itália se encarregarão de capacitar à mão de obra aldeense que ocupará os demais empregos gerados posteriormente. A previsão é de que, já em janeiro, as empresas funcionem em um galpão provisório e, nos seis meses seguintes, na estrutura definitiva.

De acordo com o Prefeito Cláudio Chumbinho, as empresas nacionais e internacionais começaram a ver São Pedro da Aldeia como o coração da Região dos Lagos, para os investimentos.

“Em pouco tempo de governo, grandes empresas estão se instalando em São Pedro da Aldeia. Os empresários estão percebendo a cidade como coração da região. Estamos seguindo uma trilha de sucesso,  com todo o secretariado e o governo trabalhando com transparência e responsabilidade. Temos que agradecer também os representantes que querem investir na nossa cidade, pois um dos nossos objetivos é gerar mais emprego, renda e qualificação para nossos jovens e toda a população. São Pedro da Aldeia vai crescer muito e não é apenas um trabalho do Prefeito, e sim de toda uma equipe que pensa em prol do município e da população”, afirmou Chumbinho.

De acordo com um dos proprietários da empresa de produção de energia eólica, Ponto Energias, José Achino, a transparência e a seriedade do governo foram pontos de destaque para escolher São Pedro da Aldeia para a instalação das empresas. Com indústrias na Itália e na Tailândia, a Ponto Energias instalará no município a primeira filial no Brasil.

“Gostaria de agradecer ao Prefeito Cláudio Chumbinho e a todo secretariado que está junto nesse projeto. Daremos o nosso máximo empenho para que tudo seja positivo e transparente, para que possamos crescer juntos. Chegamos a São Pedro de  Aldeia através de referências dadas no Palácio Guanabara, pois buscávamos uma Prefeitura parceira e séria. Queremos destacar a localização geográfica de São Pedro da Aldeia, que é estratégica. Além disso, a cidade é a segunda maior potência para produção de energia eólica no Brasil. No município aldeense existe ainda uma grande característica, da qual compartilhamos que é o desejo de tornar a cidade ecologicamente correta. Além do trabalho com energia eólica, posteriormente vamos trabalhar com o lixo”, afirmou José.

 Para o responsável pela parte técnica da empresa Ponto Energias, Luis Bras, a chegada da empresa a São Pedro da Aldeia é mais uma etapa cumprida na cidade.

“Queremos auxiliar o desenvolvimento local, o que pudermos fazer e contribuir com indicação da cidade para demais empresas, com certeza faremos. Nosso projeto passa também por ações sociais e projetos que queremos participar. Nossa intenção é que no final de janeiro já estejamos produzindo no galpão alugado, enquanto construímos o nosso, para abrigar as máquinas. A parte que necessita de menos conhecimento específico virá primeiro”, afirmou Luís.

Graça Monteiro e Manuel Monteiro, parceiros do projeto, destacaram o tratamento dado a população e a responsabilidade com qual o Prefeito Cláudio Chumbinho administra o município aldeense.

“Essa parceria coma a Prefeitura está acontecendo, por tratar de um governo com um prefeito jovem e de visão. Tenho propriedades há mais de quarenta anos e encontrei na cidade um governo de movimento em prol da população. Estamos firmando essa parceria por ser um projeto sério. Identificamos que o Prefeito Cláudio Chumbinho, não está no cargo para se privar do convívio com as pessoas, mas para  olhar pelo município como um todo. O que pudermos colaborar, estaremos à disposição, é um governante que tem a minha admiração”, afirmou Manuel.

Segundo Gilson Brandão, Diretor de Desenvolvimento Econômico, a chegada das empresas a cidade é um marco na parceria público-privada em São Pedro da Aldeia.

“A parceria entre o poder público e o privado vai ficar marcado na história da cidade. É um fator estimulante para as demais empresas que queiram se instalar em São Pedro da Aldeia.  Juntamente com o polo privado, é um marco que alavanca a industrialização do município. Vamos crescer harmonicamente com a orientação do município. Estamos facilitando a chegada das empresas através da desburocratização e aceleração do processo de instalação. A Prefeitura está agindo como fomentadora do desenvolvimento industrial, a chegada das empresas vai atrair novos investidores e gerar novos empregos”, afirmou Brandão.