Brasão da Prefeitura Municipal de São Pedro da Aldeia com fita azul dedicado ao mês de Novembro em razão da campanha Novembro Azul.

Trabalho e desenvolvimento

Prefeitura de São Pedro da Aldeia inicia segunda turma do curso “Caminhos do Cuidado”

Por Gabrielly Costa em 02/06/2015
Imagem da Notícia: Foi iniciada a segunda turma aldeense do projeto “Caminhos do Cuidado”. Promovido pela Prefeitura de São Pedro da Aldeia em parceria com o Ministério da Saúde, o curso de qualificação tem como objetivo oferecer formação em Saúde Mental, crack, álcool e outras drogas. As duas turmas, formadas por agentes de saúde e técnicos de enfermagem da Atenção Básica, se encontram as terças e sextas-feiras no auditório da Associação Comercial, Turística, Industrial e Agrícola de São Pedro da Aldeia (ACIASPA). O curso segue até 03 de julho, capacitando certa de 100 profissionais. Os participantes recebem material didático e alimentação financiados pelo projeto, além de certificado oferecido pelo Ministério da Saúde.

Foi iniciada a segunda turma aldeense do projeto “Caminhos do Cuidado”. Promovido pela Prefeitura de São Pedro da Aldeia em parceria com o Ministério da Saúde, o curso de qualificação tem como objetivo oferecer formação em Saúde Mental, crack, álcool e outras drogas. As duas turmas, formadas por agentes de saúde e técnicos de enfermagem da Atenção Básica, se encontram as terças e sextas-feiras no auditório da Associação Comercial, Turística, Industrial e Agrícola de São Pedro da Aldeia (ACIASPA). O curso segue até 03 de julho, capacitando certa de 100 profissionais. Os participantes recebem material didático e alimentação financiados pelo projeto, além de certificado oferecido pelo Ministério da Saúde. A Subsecretária de Atenção Básica, Sonia Marques, acompanhou a primeira parte das atividades.



Subsecretária de Atenção Básica, Sonia Marques fala sobre a relevância da capacitação no município. “É muito importante que a nossa equipe esteja preparada para receber e acolher bem as pessoas que têm problemas com álcool, crack e outras drogas. A nova gestão está focada na capacitação, porque nós temos que capacitar nossos profissionais, explicar e conversar. Eles precisam se conhecer para trocar informações”, disse.



O curso conta com as tutoras do Ministério da Saúde Priscilla Messeder e Leila Ramos. Trabalhando o mesmo conteúdo nas duas turmas formadas na cidade, a programação do dia contou com dinâmica de apresentação, vídeos educacionais, leitura coletiva, além de atividade de mapeamento inicial dos territórios de atuação com exibição e debate dos mapas. Nesse primeiro encontro, os profissionais aldeenses receberam material didático com bolsa, caneta, caderno de apoio e camisa.



“O projeto vem para capacitar os agentes que estão na ponta, os profissionais da Atenção Básica, e para desmistificar o que é a dependência química e de que forma podemos tratar isso, capacitando e dando a autonomia do agente de saúde de procurar outras unidades que formam a rede de cuidados, como os dispositivos da Assistência Social, entre outros”, falou Leila Ramos.



O curso tem carga horária de 60 horas, sendo 40h de atividades presenciais e 20h práticas a serem realizadas nos territórios de atuação dos profissionais. O curso foi organizado em três eixos temáticos: conhecendo o território, as redes de atenção, os conceitos, políticas e as práticas de cuidado em saúde mental; a caixa de ferramentas dos agentes comunitários de saúde (ACS) e auxiliares e técnicos de enfermagem (ATEnf); eixo transversal: reforma psiquiátrica, redução de danos e integralidade do cuidado como diretrizes para intervenção em saúde mental e no uso de álcool, crack e outras drogas.



De acordo com a tutora Priscilla Messeder cada turma se encontrará uma vez na semana, totalizando cinco encontros ao todo. “O ‘Caminhos do Cuidado’ é um curso do Ministério da Saúde, que promove o pensar no cuidado das pessoas que fazem uso de drogas e que estão na nossa rede de atenção. O foco do projeto são os profissionais da Estratégia de Saúde da Família, aqueles profissionais que estão no território diariamente. Nos encontros, o profissional de saúde tem um espaço para colocar seus desafios e suas possibilidades”, falou.



O projeto “Caminhos do Cuidado” é oferecido de forma gratuita pelo Ministério da Saúde. Iniciado em 2013, a base do projeto é a política de atenção integral e cuidado com as pessoas que fazem uso prejudicial de drogas.