Atalhos de Acessibilidade


Rumo aos 400 anos de São Pedro da Aldeia

Prefeitura de
São Pedro
da Aldeia

Você está em:   Skip Navigation Links

Sala de Imprensa

Notícias

Prefeitura discute ações em prol da pessoa com deficiência
RSS
Por Raíra Morena em 16/12/2014

Cerca de 30 pessoas compareceram à Policlínica do Centro para o I Encontro de Pais e Amigos da Pessoa com Deficiência. Promovido pela Prefeitura de São Pedro da Aldeia, por meio da Secretaria de Saúde, o evento teve como objetivo discutir os principais enfrentamentos e buscar soluções para a melhoria da qualidade de vida da população com necessidades especiais. Na ocasião, foram apresentados à sociedade os dados do Censo Municipal, realizado de julho a outubro deste ano, que vão servir de base para o governo na criação e reformulação de políticas públicas para o próximo ano. Entre as temáticas abordadas durante a reunião estiveram a Educação Inclusiva, mobilidade e acessibilidade urbana.

Representante do setor de Vigilância da Secretaria de Saúde, Ângela Del Rosário esteve à frente da apresentação dos dados do Censo Municipal. Segundo o levantamento, atualmente São Pedro da Aldeia possui 826 pessoas com algum tipo de deficiência, entre visual, auditiva, física, intelectual e múltipla. As informações da pesquisa abordam a natureza da deficiência, localização, faixa etária, gênero, dentre outros aspectos. Os dados foram levantados a partir de buscas ativas nas escolas da rede pública e privada, Vara da Família, unidades de saúde e Centros de Referência da Assistência Social.

“Realizamos visitas periódicas às essas instituições com o objetivo de produzir um diagnóstico local. Esse levantamento foi uma determinação do Prefeito Cláudio Chumbinho para dar visibilidade a essas pessoas que antes viviam escondidas. Todos esses dados vão nortear as nossas ações para o próximo ano. A intenção é que possamos promover, periodicamente, encontros como este e estarmos cada vez mais trabalhando em parceria com a sociedade civil”, destacou a médica, membro do Grupo Intersetorial da Pessoa com Deficiência, composto também por representantes das secretarias de Educação, Assistência Social e Direitos Humanos e Governo, Desenvolvimento Econômico, Ordem Pública e Esporte.

Na ocasião, os pais, responsáveis e pessoas com deficiência tiveram a oportunidade de compartilhar seus principais enfrentamentos e discutir, em conjunto, soluções e propostas de ação. Dentre as demandas levantadas durante a reunião estiveram a criação de um Centro Municipal de Reabilitação, informações sobre inscrições e atendimentos no Núcleo de Educação Especial Pedro Paulo Lobo de Andrade (NESPE), cursos de capacitação e qualificação para professores, formação de monitores de alunos com necessidades especiais no ensino regular e obras de acessibilidade nas unidades escolares.

"A Prefeitura, por meio da Secretaria de Educação, vem atuando muito com a questão da inclusão social e da acessibilidade, essa é uma bandeira que levantamos. Já temos escolas, como a Escola Municipal Profª Maria da Glória dos Santos Motta, na Praia Linda, inaugurada este ano, totalmente dentro desses padrões, com rampas, salas e banheiros adaptados e elevador para cadeirantes. Ter os pais e representantes da sociedade participando ativamente das discussões, junto ao Poder Público, é motivo de muita alegria para todos nós. Agradecemos muito a todas as pessoas que estiveram conosco nesse primeiro encontro e que contribuíram com propostas e ideias, e também ao Prefeito Cláudio Chumbinho, pela sensibilidade em abrir as portas para a realização de ações e eventos como esse", destacou a psico-pedagoga da Secretaria de Educação, Maria Aparecida Mello, membro do Grupo Intersetorial da Pessoa com Deficiência.

O evento contou ainda com a participação do assessor especial de Desenvolvimento Econômico do município, Paulo Jorge dos Santos, representando a Secretaria de Governo, Desenvolvimento Econômico, Ordem Pública e Esporte, dos presidentes dos conselhos da Criança e do Adolescente, Valter Cordeiro e dos Direitos da Pessoa Idosa, Maria das Dores dos Santos, das representantes da Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos, Shirley Simões  e do Previspa, Ana Cláudia Pacheco, além de membros da sociedade civil organizada e instituições sociais. 

  • Valid XHTML 1.0 Transitional
  • Selo de Acessibilidade - DaSilva
Desenvolvido por NPI Brasil Rua Marques da Cruz, 61 - Centro / (22) 2621-1559
CEP: 28941-086