400 anos de são pedro da aldeia

É Tempo de Viver Bem

Prefeitura e Caixa promovem assinatura de contrato de posse do “Minha Casa, Minha Vida”

Por Renato Silveira em 01/07/2016
Imagem da Notícia: Os beneficiários do programa “Minha Casa, Minha Vida”, Pontal da Lagoa, assinaram nesta quinta-feira (30), em São Pedro da Aldeia, o contrato de posse de seus apartamentos. Com isso, assim que toda a parte cartorial estiver concluída, os moradores receberão as chaves da nova residência, aguardada por ansiedade pelas 96 famílias beneficiadas. O prefeito Cláudio Chumbinho, a secretária de Assistência Social e Direitos Humanos e primeira dama, Ester Chumbinho, a secretária de Projetos, Cláudia Magalhães, o secretário de Urbanismo e Habitação, Wilmar Mureb e o secretário de Ordem Pública, Eronildes Bezerra, prestigiaram a cerimônia, feita em parceria entre a Prefeitura de São Pedro da Aldeia e a Caixa Econômica Federal (CEF).

Os beneficiários do programa “Minha Casa, Minha Vida”, Pontal da Lagoa, assinaram nesta quinta-feira (30), em São Pedro da Aldeia, o contrato de posse de seus apartamentos. Com isso, assim que toda a parte cartorial estiver concluída, os moradores receberão as chaves da nova residência, aguardada por ansiedade pelas 96 famílias beneficiadas. O prefeito Cláudio Chumbinho, a secretária de Assistência Social e Direitos Humanos e primeira dama, Ester Chumbinho, a secretária de Projetos, Cláudia Magalhães, o secretário de Urbanismo e Habitação, Wilmar Mureb e o secretário de Ordem Pública, Eronildes Bezerra, prestigiaram a cerimônia, feita em parceria entre a Prefeitura de São Pedro da Aldeia e a Caixa Econômica Federal (CEF).


 

De acordo com o secretário de Urbanismo e Habitação, Wilmar Mureb, a assinatura de contrato obedeceu a um cronograma para que os beneficiários não fossem prejudicados pelas novas regras estabelecidas pelo governo federal interino. Com isso, logo que toda a parte cartorial for resolvida, as chaves serão entregues.


 

“A parte burocrática será finalizada e as 96 famílias poderão enfim obter as chaves de suas novas moradias. Acreditamos que em um prazo de 30 dias essa parte esteja resolvida”, afirmou.


 

Para a empregada doméstica Milene Silva, apesar do longo processo para a legalização dos apartamentos, é com alegria que ela participou deste momento.


 


“Podemos dizer que estamos felizes com a assinatura deste contrato. Queria também agradecer ao esforço do governo municipal em nos manter nas regras estabelecidas anteriormente, não das do novo governo”, contou.