400 anos de são pedro da aldeia

É Tempo de Viver Bem

Prefeitura realiza primeiro casamento comunitário nesta sexta-feira

Por Raíra Morena em 07/05/2015
Imagem da Notícia: A Prefeitura de São Pedro da Aldeia, por meio da Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos, realiza, nesta sexta-feira (08), o primeiro casamento comunitário do município. A iniciativa tem como objetivo oficializar a situação conjugal de casais usuários dos Centros de Referência da Assistência Social. Ao todo, 22 casais trocarão alianças durante a cerimônia religiosa, de forma gratuita. A solenidade coletiva está marcada para as 15h, na sede do São Pedro Esporte Clube, na Avenida São Pedro, nº 113, no Centro da cidade. O evento vai contar com a presença do Prefeito Cláudio Chumbinho e da Secretária de Assistência Social e Direitos Humanos, Ester Chumbinho.

A Prefeitura de São Pedro da Aldeia, por meio da Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos, realiza, nesta sexta-feira (08), o primeiro casamento comunitário do município. A iniciativa tem como objetivo oficializar a situação conjugal de casais usuários dos Centros de Referência da Assistência Social. Ao todo, 22 casais trocarão alianças durante a cerimônia religiosa, de forma gratuita. A solenidade coletiva está marcada para as 15h, na sede do São Pedro Esporte Clube, na Avenida São Pedro, nº 113, no Centro da cidade. O evento vai contar com a presença do Prefeito Cláudio Chumbinho e da Secretária de Assistência Social e Direitos Humanos, Ester Chumbinho.



A Secretária de Assistência Social e Direitos Humanos, Ester Chumbinho, destacou a importância da celebração do primeiro casamento comunitário no contexto da garantia de direitos e do fortalecimento de vínculos para as famílias aldeenses. “É motivo de muito orgulho e felicidade para nós poder oferecer aos nossos usuários da rede a oportunidade de oficializar a união perante a lei e à sociedade. Preparamos tudo com muito carinho e cuidado para acolher os noivos e familiares. Será uma cerimônia formal civil e religiosa, respeitando as crenças dos casais participantes”, disse.

De acordo com a assessora jurídica da Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos, Ana Paula Ribeiro, o evento tem como objetivo oficializar a união estável de casais munícipes sem condições financeiras de arcar com as custas cartorárias. “O casamento comunitário tem uma importância social muito grande, tendo em vista o interesse desses casais de regularizar a sua união, tanto pelo ponto de vista religioso quanto perante a esfera jurídica, ou seja, para ter os seus direitos garantidos como cônjuge. Muitos casais inscritos já vivem juntos, em união estável, mas tinham dificuldades ou não podiam pagar os custos de um cartório. Esta é uma oportunidade que o município está oferecendo para oficializar a situação conjugal e fortalecer também os laços familiares e afetivos”, destacou.

As inscrições para o casamento civil comunitário foram feitas ao longo do ano em todos os CRAS e CREAS, a partir de demanda espontânea dos usuários. Como critério de seleção, foi avaliado o aspecto socioeconômico, tendo como exigência a comprovação de inscrição no Cadastro Único Para Programas Sociais do Governo Federal, o CADÚnico. A realização do evento é resultado de uma parceria entre a Prefeitura aldeense, o Cartório de Registro Civil, Defensoria Pública e Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro.