Brasão da Prefeitura Municipal de São Pedro da Aldeia com fita azul dedicado ao mês de Novembro em razão da campanha Novembro Azul.

Trabalho e desenvolvimento

Banner: Processo Seletivo Simplificado da Secretaria de Saúd

Primeiro dia da Campanha de Vacinação Infantil imuniza mais de duas mil crianças contra poliomielite

Por Gabrielly Costa em 10/11/2014
Imagem da Notícia: A Campanha Nacional de Vacinação Infantil em São Pedro da Aldeia, realizada no último sábado (08), atingiu a marca de 2.500 crianças vacinadas contra a poliomielite. O número representa 45% de cobertura e a meta é vacinar 5.590 crianças. A vacinação segue até o dia 22 de novembro e visa imunizar crianças contra a poliomielite e o sarampo. Por ser injetável, o número de doses aplicadas contra o sarampo nessa primeira etapa ainda será divulgado. A estratégia de Campanha é voltada ao acerto do cartão de vacinação atrasado. A mobilização ocorre em todas as Unidades de Saúde do Município. São vacinadas apenas crianças que não receberam a vacina num período de 30 dias. A vacinação contra a poliomielite tem como público-alvo crianças de seis meses até menores de cinco anos. Já a vacinação contra sarampo será aplicada em crianças de um ano a menores de cinco anos. O município recebeu 6.000 doses para vacinação contra poliomielite e 5.000 para sarampo e tem como meta a imunização de 5.590 crianças para pólio e 4.630 para sarampo. É necessária a apresentação do cartão da criança ou cartão de imunização.

A Campanha Nacional de Vacinação Infantil em São Pedro da Aldeia, realizada no último sábado (08), atingiu a marca de 2.500 crianças vacinadas contra a poliomielite. O número representa 45% de cobertura e a meta é vacinar 5.590 crianças. A vacinação segue até o dia 22 de novembro e visa imunizar crianças contra a poliomielite e o sarampo. Por ser injetável, o número de doses aplicadas contra o sarampo nessa primeira etapa ainda será divulgado. A estratégia de Campanha é voltada ao acerto do cartão de vacinação atrasado. A mobilização ocorre em todas as Unidades de Saúde do Município. São vacinadas apenas crianças que não receberam a vacina num período de 30 dias. A vacinação contra a poliomielite tem como público-alvo crianças de seis meses até menores de cinco anos. Já a vacinação contra sarampo será aplicada em crianças de um ano a menores de cinco anos. O município recebeu 6.000 doses para vacinação contra poliomielite e 5.000 para sarampo e tem como meta a imunização de 5.590 crianças para pólio e 4.630 para sarampo. É necessária a apresentação do cartão da criança ou cartão de imunização.



Técnica de Enfermagem do setor de Imunização, Jane Paes fala sobre o resultado da primeira etapa da Campanha na cidade. “No primeiro dia de mobilização nacional conseguimos atingir 45% de cobertura no município, o que equivale a 2.500 crianças vacinadas contra a poliomielite. Temos até o dia 22 de novembro para atingir a meta estipulada, o que mostra o quanto nosso alcance no primeiro dia foi expressivo. Começamos a administrar as vacinas contra a poliomielite e o sarampo como Campanha no dia 08 de novembro e seguimos nessa ação até o dia 22. É importante lembrar que essas vacinas já fazem parte do Calendário de Vacinação”, disse.



Moradora do bairro Jardim Arco Íris, Adriana Mattos levou sua filha à Policlínica Municipal para a imunização. "Trouxe minha filha, porque vi o anúncio da Campanha na internet e é sempre muito importante imunizar as crianças, evitando assim uma doença mais grave. O atendimento foi perfeito, a equipe sabe como deixar a criança à vontade, sem medo da vacina. Nós fomos muito bem atendidos", declarou.



O Ministério da Saúde realiza a Campanha Nacional de Imunização Infantil para garantir a eliminação do sarampo no Brasil e para manter a erradicação da poliomielite. A pólio é uma doença infectocontagiosa grave, responsável pela paralisia infantil. Causada pelo poliovírus, a infecção se dá, principalmente, por via oral. Já o sarampo é uma doença viral aguda grave e contagiosa. Os sintomas mais comuns são febre alta, tosse, manchas avermelhadas, coriza e conjuntivite. A única forma de prevenção é por meio da vacina, a tríplice viral, destinada à vacinação contra sarampo, caxumba e rubéola.