400 anos de são pedro da aldeia

É Tempo de Viver Bem

Procon de São Pedro da Aldeia tem 90% de solução para queixa de consumidores

Por Renato Silveira em 08/10/2013
Imagem da Notícia: A Coordenadoria Municipal de Proteção ao Consumidor (Procon) de São Pedro da Aldeia, com uma média de 20 procuras de consumidores aldeense em busca de seus direitos por dia, vem solucionando 90% dos casos em que é solicitada.

A Coordenadoria Municipal de Proteção ao Consumidor (Procon) de São Pedro da Aldeia, com uma  média de 20 procuras de consumidores aldeenses em busca de seus direitos por dia, vem solucionando 90% dos casos em que é solicitada. O Procon é ligado a Procuradoria Geral do município e está localizado à rua Hermógenes Freire da Costa, 136, próximo a Câmara Municipal.

 

Segundo a procuradora geral, Vivian Lobo, o trabalho realizado pelo Procon vem sendo bem avaliado pela população e não se restringe às queixas dos consumidores.

"Estamos mandando a equipe em campo para verificar o funcionamento dos estabelecimentos. Como por exemplo,  se os plantões das farmácias e o limite de tempo das filas dos bancos estão sendo respeitados. A boa margem de solução dos casos também vem evitando demandas na Justiça" avaliou.

 

De acordo com a coordenadora Sandra Figueiredo, as campeãs de reclamações dos consumidores aldeenses são uma concessionária de serviços públicos e uma empresa de telefonia, ambas empresas de grande porte.

“Com o pequeno comércio aldeense, a solução é quase sempre simples, a maioria das vezes a empresa manda o gerente aqui e a conversa é tranquila, na maioria dos casos. A média de solução é de cinco a dez dias” afirmou.

Segundo Sandra, um dos diferenciais do Procon de São Pedro da Aldeia é o contato direto com as grandes empresas através de um telefone direto.

“Ao invés de utilizar o Serviço de Atendimento ao Consumidor (SAC), direto das empresas, o consumidor que acionar o Procon tem esse diferencial” explicou.

A equipe do Procon de São Pedro da Aldeia conta com dois advogados, três atendentes e duas diretoras, que atendem de segunda a sexta-feira de 9h às 17h. O telefone de contato é (22) 26212556. O consumidor que for em busca dos serviços da coordenadoria devem levar RG, CPF, comprovante de residência, nota fiscal e o  maior número de provas possíveis, como protocolos de atendimento e/ou outras.

“Vale ressaltar que o Procon  não produz audiências indenizatórias, isso é com o juizado de pequenas causas, que pode ser acionado juntamente com essa coordenadoria. Nós buscamos resolver o problema do consumidor” concluiu.