Brasão da Prefeitura Municipal de São Pedro da Aldeia com fita azul dedicado ao mês de Novembro em razão da campanha Novembro Azul.

Trabalho e desenvolvimento

Banner: Processo Seletivo Simplificado da Secretaria de Saúd

Reunião discute Plano de Acolhimento para Crianças e Adolescentes em São Pedro da Aldeia

Por Raíra Morena em 17/09/2014
Imagem da Notícia: A Prefeitura de São Pedro da Aldeia, através da Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos, promoveu na manhã desta quarta-feira (17), mais um encontro para discutir o Plano Municipal de Acolhimento da Rede de Serviços de Acolhimento para Crianças, Adolescentes e Jovens. Durante a reunião, novas etapas da elaboração do Plano foram debatidas pelo Grupo de Trabalho, composto por membros da pasta, da Secretaria de Educação, Saúde, CRAS, Conselho Tutelar, Conselho Municipal da Criança e do Adolescente e instituições sociais conveniadas. O documento engloba a normatização de serviços que oferecem acolhimento para crianças e adolescentes em situação de risco. A reunião aconteceu na sede da Secretaria, na Rua Hermógenes Freire da Costa, nº 19, no Centro da cidade.

 

                A Prefeitura de São Pedro da Aldeia, através da Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos, promoveu na manhã desta quarta-feira (17), mais um encontro para discutir o Plano Municipal de Acolhimento da Rede de Serviços de Acolhimento para Crianças, Adolescentes e Jovens. Durante a reunião, novas etapas da elaboração do Plano foram debatidas pelo Grupo de Trabalho, composto por membros da pasta, da Secretaria de Educação, Saúde, CRAS, Conselho Tutelar, Conselho Municipal da Criança e do Adolescente e instituições sociais conveniadas. O documento engloba a normatização de serviços que oferecem acolhimento para crianças e adolescentes em situação de risco. A reunião aconteceu na sede da Secretaria, na Rua Hermógenes Freire da Costa, nº 19, no Centro da cidade.

                De acordo com o assistente social Gabriel Mendes, da equipe de Gestão do SUAS da Secretaria de Assistência Social, a elaboração do Plano está avançando dentro do cronograma, sempre de forma participativa. “O objetivo da reunião é darmos continuidade ao preenchimento dos blocos de questões para a realização do diagnóstico, a partir do conhecimento e dos dados trazidos por cada representante. A elaboração do Plano é de grande importância para o reordenamento e qualificação dos serviços de acolhimento oferecidos no município, como o Família Acolhedora e o Abrigo Institucional, que está em vias de inauguração para atender provisoriamente crianças e adolescentes de 12 a 18 anos em situação de risco”, destacou.

                Segundo o assistente social, após a conclusão do diagnóstico será construído o Projeto Político Pedagógico e a Matriz de Planejamento para que, então, o Plano de Acolhimento possa ser inscrito no Conselho Municipal da Criança e do Adolescente. “A etapa seguinte será o encaminhamento ao órgão gestor estadual, que vai sistematizar as informações do município e encaminhá-las ao Ministério do Desenvolvimento Social”, ressaltou.

O Plano de Acolhimento é um instrumento de planejamento da gestão municipal que contém ações, metas, responsáveis e prazos, visando à adequação da oferta de Serviços de Acolhimento para Crianças, Adolescentes e Jovens no território, devendo englobar tanto o reordenamento dos serviços preexistentes que estiverem em desacordo com as normativas vigentes, quanto a implantação de novas modalidades de serviços.