Brasão da Prefeitura Municipal de São Pedro da Aldeia com fita azul dedicado ao mês de Novembro em razão da campanha Novembro Azul.

Trabalho e desenvolvimento

Banner: Processo Seletivo Simplificado da Secretaria de Saúd

São Pedro da Aldeia adere ao programa da ONU “Cidades Resilientes”

Por Gabrielly Costa em 24/10/2017
Imagem da Notícia: O Prefeito Cláudio Chumbinho assinou nesta terça-feira (24) o certificado de compromisso com a resiliência aos desastres, aderindo à campanha mundial “Construindo Cidades Resilientes: Minha cidade está se preparando” da Organização das Nações Unidas. Na ocasião, o chefe do executivo aldeense recebeu em seu gabinete o coordenador regional das Defesas Civis da Baixada Litorânea, Major Eric Shueler, o secretário de Segurança e Ordem Pública, Edmilson Bittencourt, e o coordenador da Defesa Civil de São Pedro da Aldeia, Marcus Dothavio, dentre outras autoridades.

O Prefeito Cláudio Chumbinho assinou nesta terça-feira (24) o certificado de compromisso com a resiliência aos desastres, aderindo à campanha mundial “Construindo Cidades Resilientes: Minha cidade está se preparando” da Organização das Nações Unidas. Na ocasião, o chefe do executivo aldeense recebeu em seu gabinete o coordenador regional das Defesas Civis da Baixada Litorânea, Major Eric Shueler, o secretário de Segurança e Ordem Pública, Edmilson Bittencourt, e o coordenador da Defesa Civil de São Pedro da Aldeia, Marcus Dothavio, dentre outras autoridades.



Ao aderir a campanha, o Prefeito Cláudio Chumbinho afirmou seu compromisso com a gestão do risco de desastres, buscando edificar a resiliência do município por meio da definição de ações e prioridades. “Acompanho o trabalho da Defesa Civil com muita alegria, o órgão tem sido destaque na região por suas ações. Temos voluntários que saem de suas casas para auxiliar a Defesa Civil nas ações de conscientização da comunidade. Gostaria de parabenizar a todos e agradecer pela dedicação”, declarou o chefe do executivo.



O certificado que coloca São Pedro da Aldeia entre as cidades brasileiras que aderiram ao “Cidades Resilientes” foi emitido pelo Escritório das Nações Unidas para Redução do Risco de Desastre.  Dentre as 10 metas essenciais da campanha estão: organizar o território para a resiliência aos desastres; identificar, compreender e utilizar cenários de riscos atuais e futuros; fortalecer a capacidade financeira para a resiliência; buscar projeto e desenvolvimento urbano resiliente e proteger as barreiras naturais para aumentar as funções de proteção oferecidas pelos ecossistemas naturais.



O secretário de Segurança e Ordem Pública, Edmilson Bittencourt, falou sobre a iniciativa. “A Defesa Civil de São Pedro da Aldeia se inscreveu na ONU, que encaminhou esse certificado. Nós vamos cumprir essas metas para trazer à cidade mais essa conquista, é motivo de grande satisfação ter uma Defesa Civil atuante e com um sistema de apoio tão forte e eficaz. O órgão vem realizando um excelente trabalho de preparação das comunidades em caso de desastres e o resultado com a população tem sido muito positivo”, destacou.

 


Coordenador da REDEC – Baixada Litorânea, o Major Eric Shueler parabenizou o Prefeito Cláudio Chumbinho por assumir o compromisso de participação no projeto. “Nós buscamos uma cidade mais resiliente seguindo os 10 passos da Campanha e 90% das ações já estão sendo desenvolvidas pela Defesa Civil ou pelo órgão municipal. Esse é apenas o início de um grande projeto que vamos desenvolver e tenho certeza que voltarei aqui para entregar a São Pedro da Aldeia o certificado de cidade resiliente”, afirmou.



Segundo o Major, o projeto se divide em três etapas, que englobam o compromisso assumido pelo chefe do executivo, o lançamento de dados no sistema operacional da ONU com a comprovação de todas as ações desenvolvidas pelo município e a entrega do certificado de cidade resiliente. A campanha é promovida no contexto do Marco de Sendai para a Redução do Risco de Desastres 2015-2030.

 


De acordo com o coordenador da Defesa Civil, Marcus Dothavio, São Pedro da Aldeia foi cadastrado na ONU com base nas ações já desenvolvidas na cidade. “Nós temos um grande suporte da Regional da Defesa Civil, que acompanha o nosso trabalho e sabe do potencial do município de virar uma cidade resiliente, o que é gratificante. A função da Defesa Civil é coordenar e ter um plano de ação, que hoje é bem executado pelo apoio que temos de todos os órgãos de resposta, do Prefeito, do secretário Edmilson e das Secretarias”, salientou.



A lista de metas do programa incluem ainda: fortalecer a capacidade institucional para a resiliência; compreender e fortalecer a capacidade da sociedade para a resiliência; aumentar a resiliência da infraestrutura; assegurar uma preparação e resposta a desastres eficazes, além de acelerar a recuperação e reconstrução melhor.



Também estiveram presentes no encontro o presidente da filial aldeense da Cruz Vermelha Brasileira, Victor Marcelo Santos, o presidente da Federação Municipal das Associações de Moradores de São Pedro da Aldeia (FEMAMSPA), Paulo Vasconcellos, profissionais da Defesa Civil Municipal e voluntários do órgão.