Brasão da Prefeitura Municipal de São Pedro da Aldeia com fita azul dedicado ao mês de Novembro em razão da campanha Novembro Azul.

Trabalho e desenvolvimento

Banner: Processo Seletivo Simplificado da Secretaria de Saúd

São Pedro da Aldeia é premiada por participação no programa “Cidades Empreendedoras”

Por Gabrielly Costa em 26/04/2018
Imagem da Notícia: O município de São Pedro da Aldeia recebeu nesta quinta-feira (26) três medalhas pela participação no programa “Cidades Empreendedoras”, promovido pelo Sebrae/RJ. Participaram da solenidade, na sede do Sebrae no Rio de Janeiro, os diretores de Desenvolvimento Econômico, Paulo Jorge dos Santos e Ivonete Santos. Na ocasião, as 11 cidades participantes da iniciativa apresentaram os principais resultados obtidos ao longo de um ano de programa.

O município de São Pedro da Aldeia recebeu nesta quinta-feira (26) três medalhas pela participação no programa “Cidades Empreendedoras”, promovido pelo Sebrae/RJ. Participaram da solenidade, na sede do Sebrae no Rio de Janeiro, os diretores de Desenvolvimento Econômico, Paulo Jorge dos Santos e Ivonete Santos. Na ocasião, as 11 cidades participantes da iniciativa apresentaram os principais resultados obtidos ao longo de um ano de programa.

Diretora de Desenvolvimento Econômico, Ivonete Santos fez um balanço da participação do município no programa. “O ‘Cidades Empreendedoras’ deixou um legado em São Pedro da Aldeia. Nós fomos o único município da região a participar do projeto e somamos diversas conquistas. Por meio dele, atualizamos nossa Lei Geral, criamos um Plano de Compras, voltamos a trabalhar com fiscalização unificada, lançamos o alvará online e otimizamos a Sala do Empreendedor com várias ações, dentre outros pontos. Essa conquista é uma vitória para o nosso município”, declarou.

Dentre as diversas ações realizadas ao longo da execução do “Cidades Empreendedoras”, também merecem destaque a ampliação no espaço físico e novos atendimentos da Sala do Empreendedor, oferecendo um ambiente mais favorável aos empreendedores locais; a parceria entre as Secretarias de Educação e Agricultura em prol da inserção, cada vez maior, dos produtos da agricultura familiar na merenda escolar e a atuação em frentes estratégicas dos cinco agentes de desenvolvimento do município.

O diretor de Desenvolvimento Econômico, Paulo Jorge dos Santos, agradeceu o apoio do Prefeito Cláudio Chumbinho e parabenizou toda a equipe participante. “Participar do projeto ‘Cidades Empreendedoras’ foi um grande desafio, pois sabíamos que outros municípios também concorriam querendo um lugar no pódio. Independente do jogo, nossa grande vitória foi o legado deixado para a cidade, como a otimização da sala do empreendedor, o alvará eletrônico, microcrédito para o pequeno empreendedor, em parceira com a AgeRio, e muitos outros. No entanto, creio que nossa principal conquista foi a elevação da autoestima e a constatação de que somos de fato uma cidade empreendedora”, afirmou.

Visando a desburocratização, a Prefeitura de São Pedro da Aldeia lançou o serviço de alvará online, onde empresários com atividades de baixo risco podem obter a documentação que autoriza o funcionamento da empresa em tempo recorde. Vale destacar também a firmação de um convênio entre a Prefeitura da cidade e a AgeRio para viabilizar a oferta do Microcrédito AgeRio, que disponibiliza por meio da agência estadual créditos de R$500 a R$3.000 para o pequeno empreendedor.

“São Pedro da Aldeia é estratégico para investidores que desejam se instalar na região. A execução do Programa ‘Cidades Empreendedoras’ no município proporcionou a realização efetiva de ações voltadas para a criação de um ambiente mais favorável à implementação de políticas públicas com foco aos empreendedores”, comentou a coordenadora do Sebrae na Região dos Lagos, Ana Cláudia Vieira.

Destaque pela gestão comprometida com o desenvolvimento econômico da cidade, São Pedro da Aldeia foi escolhida em 2017 para representar a Região dos Lagos no Programa. O “Cidades Empreendedoras” funcionou em formato de game, em que os municípios competiram em tempo real, e visou a criação e implantação de políticas públicas voltadas para micro e pequenas empresas.