400 anos de são pedro da aldeia

É Tempo de Viver Bem

São Pedro da Aldeia ultrapassa meta de vacinação contra a poliomielite em crianças menores de um ano

Por Gabrielly Costa em 02/12/2014
Imagem da Notícia: Promovida pela Prefeitura de São Pedro da Aldeia, por meio da Secretaria de Saúde, a Campanha de Vacinação Infantil imunizou 2.088 crianças contra o sarampo e 4.030 contra a poliomielite. A última parcial contra pólio ultrapassou em 6% a meta estabelecida no município para vacinação em crianças menores de um ano e atingiu a meta de 72% de cobertura na faixa de até quatro anos. Por iniciativa do Ministério da Saúde, a Campanha foi prorrogada até 12 de dezembro. O público-alvo da imunização contra a poliomielite é composto por crianças de seis meses até menores de cinco anos. Já a vacinação contra sarampo será aplicada em crianças de um ano a menores de cinco anos. A estratégia de Campanha visa o acerto do cartão de vacinação atrasado e apenas aquelas que não receberam a dose num período de 30 dias serão vacinadas. É necessária a apresentação do cartão da criança ou cartão de imunização. A mobilização ocorre em todas as Unidades de Saúde do município. As vacinações realizadas na Policlínica Municipal foram transferidas para o Centro de Atenção Integral à Saúde da Mulher, Criança e Adolescente (PAISMCA), localizada à Estrada do Porto, nº 36.

Promovida pela Prefeitura de São Pedro da Aldeia, por meio da Secretaria de Saúde, a Campanha de Vacinação Infantil imunizou 2.088 crianças contra o sarampo e 4.030 contra a poliomielite. A última parcial contra pólio ultrapassou em 6% a meta estabelecida no município para vacinação em crianças menores de um ano e atingiu a meta de 72% de cobertura na faixa de até quatro anos. Por iniciativa do Ministério da Saúde, a Campanha foi prorrogada até 12 de dezembro. O público-alvo da imunização contra a poliomielite é composto por crianças de seis meses até menores de cinco anos. Já a vacinação contra sarampo será aplicada em crianças de um ano a menores de cinco anos. A estratégia de Campanha visa o acerto do cartão de vacinação atrasado e apenas aquelas que não receberam a dose num período de 30 dias serão vacinadas. É necessária a apresentação do cartão da criança ou cartão de imunização. A mobilização ocorre em todas as Unidades de Saúde do município. As vacinações realizadas na Policlínica Municipal foram transferidas para o Centro de Atenção Integral à Saúde da Mulher, Criança e Adolescente (PAISMCA), localizada à Estrada do Porto, nº 36.



Secretária de Saúde, Isaura Oliveira fala sobre a ação. “Não podemos nos esquecer da importância das ações de imunização, que é como prevenimos diversas doenças. Os pais precisam estar atentos às datas de vacinação para não correrem nenhum risco. É imprescindível que todas as crianças sejam vacinadas e estejam em dia com seu cartão de vacinas”, disse.



O Ministério da Saúde realiza a Campanha Nacional de Imunização Infantil para garantir a eliminação do sarampo no Brasil e para manter a erradicação da poliomielite. A pólio é uma doença infectocontagiosa grave, responsável pela paralisia infantil. Causada pelo poliovírus, a infecção se dá, principalmente, por via oral. Já o sarampo é uma doença viral aguda grave e contagiosa. Os sintomas mais comuns são febre alta, tosse, manchas avermelhadas, coriza e conjuntivite. A única forma de prevenção é por meio da vacina, a tríplice viral, destinada à vacinação contra sarampo, caxumba e rubéola.