400 anos de são pedro da aldeia

É Tempo de Viver Bem

São Pedro da Aldeia vai sediar oficina regional da Rede de Atenção Psicossocial do Governo do Estado

Por Raíra Morena em 29/09/2013
Imagem da Notícia: O município de São Pedro da Aldeia foi escolhido para receber, nesta terça-feira (01), a Oficina de Construção dos Planos de Ação Regionais 2014-2016 da Rede de Atenção Psicossocial (RAPS), promovida pela Secretaria de Estado de Saúde. Para o encontro foram convidados os secretários de Saúde e coordenadores de Saúde Mental, Atenção Básica e Urgência e Emergência dos nove municípios que compõem a região da Baixada Litorânea. A Secretária de Saúde, Vanessa Matalobos, a Subsecretária de Atenção Básica, Rosemeyre Pessanha e a coordenadora de Saúde Mental, Rosemary Calazans estarão presentes ao evento, que acontece das 9h às 17h na sede do Núcleo de Atendimento à Violência Intrafamiliar, na Rua Adolfo Silveira, nº 59, no Centro da cidade.

O município de São Pedro da Aldeia foi escolhido para receber, nesta terça-feira (01), a Oficina de Construção dos Planos de Ação Regionais 2014-2016 da Rede de Atenção Psicossocial (RAPS), promovida pela Secretaria de Estado de Saúde. Para o encontro foram convidados os secretários de Saúde e coordenadores de Saúde Mental, Atenção Básica e Urgência e Emergência dos nove municípios que compõem a região da Baixada Litorânea. A Secretária de Saúde, Vanessa Matalobos, a Subsecretária de Atenção Básica, Rosemeyre Pessanha e a coordenadora de Saúde Mental, Rosemary Calazans estarão presentes ao evento, que acontece das 9h às 17h na sede do Núcleo de Atendimento à Violência Intrafamiliar, na Rua Adolfo Silveira, nº 59, no Centro da cidade.

Além de discutir a organização, a construção e a consolidação da Rede de Atenção Psicossocial nas cidades, a oficina terá como objetivo principal a elaboração dos Planos de Ação da RAPS para os anos 2014 a 2016, direcionada aos nove municípios da Baixada Litorânea: São Pedro da Aldeia, Cabo Frio, Armação dos Búzios, Saquarema, Rio das Ostras, Iguaba, Araruama, Arraial do Cabo e Casimiro de Abreu. A proposta dos planos regionais é garantir a expansão e o fortalecimento dos dispositivos integrantes da Rede e a solicitação, ao Ministério da Saúde, dos recursos financeiros vinculados a essa ampliação. Depois de concluídos, os instrumentos de planejamento serão apresentados à Comissão Intergestores Regional (CIR) para aprovação, em data ainda a ser definida.

Tópicos: RAPS , Baixada Litorânea , Saúde Mental , NAVI