Brasão da Prefeitura Municipal de São Pedro da Aldeia com fita azul dedicado ao mês de Novembro em razão da campanha Novembro Azul.

Trabalho e desenvolvimento

Banner: Processo Seletivo Simplificado da Secretaria de Saúd

Sarau literário movimenta Casa dos Azulejos

Por Renato Silveira em 26/02/2018
Imagem da Notícia: A Casa dos Azulejos de São Pedro da Aldeia foi movimentada pelo sarau literário organizado pela editora Foco Letras, com poesia, música, artes plásticas e fotografia. Além dos expositores programados, o microfone foi aberto a quem quis mostrar seu trabalho. O evento teve apoio da Prefeitura da cidade, por meio da Subsecretaria de Turismo.

 

A Casa dos Azulejos de São Pedro da Aldeia foi movimentada pelo sarau literário organizado pela editora Foco Letras, com poesia, música, artes plásticas e fotografia. Além dos expositores programados, o microfone foi aberto a quem quis mostrar seu trabalho. O evento teve apoio da Prefeitura da cidade, por meio da Subsecretaria de Turismo.


 

O Sarau da Foco Letras contou com sessão de autógrafos do livro As 5 Palavras, de Roberto Amorim; audição musical com trabalho autoral de Rogério Carvalho; exposição de pinturas de Rosana Andréia; exposição fotográfica do jornalista Walmor Freitas e palestra sobre a história de São Pedro da Aldeia, com Rose Fernandes.

 

O subsecretário de Turismo, Luiz Carlos Rocha falou sobre a realização de mais um sarau na Casa dos Azulejos.


 

“Estamos realizando vários saraus em parceria com grupos culturais e esse é o primeiro inteiramente voltado para a literatura. A Casa dos Azulejos é um espaço bastante procurado por visitantes e ao encontrá-lo movimentado nas noites de finais de semana, temos um aumento substancial de visitantes”,afirmou.

 

A curadora do sarau, Gabriela Chaffin explicou a temática do evento literário.


 

“Temos como tema central a comunicação. Todos os trabalhos apresentados têm alguma coisa a ver com a arte de comunicar, seja na forma atual, com tecnologia, como nas formas mais antigas”, disse ela.

 

O jornalista Walmor Freitas, que apresentou trabalhos de fotografia, falou sobre a importância do profissional no contexto atual.


 

“Vejo muitos colegas afirmando que hoje em dia todo mundo fotografa e, particularmente, não vejo isso como um problema, pois isso serve para diferenciar o profissional do amador", afirmou.