Brasão da Prefeitura Municipal de São Pedro da Aldeia com fita azul dedicado ao mês de Novembro em razão da campanha Novembro Azul.

Trabalho e desenvolvimento

Banner: Processo Seletivo Simplificado da Secretaria de Saúd

Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos realiza capacitação para enfermeiros

Por Renata Souza em 02/05/2018
Imagem da Notícia: A Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos vai realizar nesta quinta-feira, (03) uma capacitação direcionada a 24 enfermeiros, que atuam nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) do município, o tema abordado será o Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (PETI). O encontro será realizado a partir das 13h30, no Centro de Formação Continuada Professora Ismênia Trindade dos Santos (CEFOR), localizado a Rua Francisco Santos Silva, s/n, Nova São Pedro, ao lado do Teatro Municipal Dr. Átila Costa.

A Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos vai realizar nesta quinta-feira, (03) uma capacitação direcionada a 24 enfermeiros, que atuam nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) do município, o tema abordado será o Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (PETI). O encontro será realizado a partir das 13h30, no Centro de Formação Continuada Professora Ismênia Trindade dos Santos (CEFOR), localizado a Rua Francisco Santos Silva, s/n, Nova São Pedro, ao lado do Teatro Municipal Dr. Átila Costa.

 

Durante a capacitação será apresentado um formulário, que deverá ser preenchido pelos agentes de saúde, no exercício do seu trabalho, para a identificação da criança ou adolescente que trabalham de forma indevida. Primeiro serão capacitados os enfermeiros responsáveis pelas UBSs, eles terão a responsabilidade de passar o aprendizado para os demais agentes de saúde.

 

De acordo com a Coordenadora das Proteções Básicas e Especiais, Wânia da Costa, o objetivo da capacitação é identificar a população que realiza trabalhos infantis. “Todo e qualquer trabalho é indevido, quando não está coberto pela legalidade. É importante que toda a rede pública municipal contabilize o maior número de crianças e jovens que trabalham indevidamente. Pois assim teremos a possibilidade através do Programa de Erradicação Trabalho Infantil (PETI), de diminuir os índices apontados pelo IBGE”, disse.